Ex-BBB Natalia Casassola diz ser fã de sexo a três: ‘É a conjugação do prazer’

nataliaNatalia Casassola, a gaúcha que deixou os telespectadores com o queixo caído com seu jeito impulsivo e despachado no “BBB 8” e voltou ao reality no “BBB 13”, posou pela segunda vez para o Paparazzo. A loira falou sobre suas preferências na cama e contou como a família lida com seu lado desinibido.
“É bem capaz de as pessoas terem uma imagem preconcebida de quem eu sou pelo que viram na TV, mas não vou ficar me policiando pelo que os outros vão pensar. Por exemplo, meu falou: ‘Minha filha, para de ficar posando pelada! Que coisa feia, você está ficando velha’. Eu falei: ‘Pai, se você não gosta, não vê, é fácil. Se você se sente mal, não veja. Não precisa ser meu amigo no Face, não precisa me seguir no Instagram. Você só precisa ter meu telefone para saber como estou”, disse ela, nos bastidores do ensaio.
Apesar das diferenças de opinião, Natalia acredita que muito da sua maneira de ser vem da criação que teve. “Sempre tive muita liberdade de expressão e nenhum preconceito em casa. Saí de casa aos 17 anos, então há 13 não sei o que é morar com pai e mãe. Por isso, cada um que pague suas contas. Então não tem o que falar”, afirmou.
Natalia se assumiu bissexual recentemente e disse ter cabeça aberta quanto a sexo, mas garantiu também ter seus limites. “Gosto muito de sexo a três: eu, uma mulher e um homem. Como gosto dos dois tipos, consigo conjugar esse prazer numa coisa só, mas em uma situação que não role sentimento entre as partes. Ménage à trois com dois homens não tenho nem curiosidade de fazer porque é muita informação. Você não sabe o que faz, aonde bota o quê… É muito confuso, não dá”, disse, às gargalhadas.
Apesar de ser conhecida por fazer o que dá na cabeça, diferentemente das participantes das últimas edições do “BBB”, ela não fez sexo durante o confinamento. “Primeiro me relacionei com o Fernando (Mesquita, no ‘BBB 8’), que era mais certinho e graças a Deus não rolou porque eu era muito louca. Depois teve o Yuri (Fernandes, no ‘BBB 13’), que era muito safado, então eu tinha medo do que podia rolar. Se eu entrasse de novo no programa não sei… Se me desse na telha, bebendo, com um baita de um gostoso, por que não?”.
G1

nataliaNatalia Casassola, a gaúcha que deixou os telespectadores com o queixo caído com seu jeito impulsivo e despachado no “BBB 8” e voltou ao reality no “BBB 13”, posou pela segunda vez para o Paparazzo. A loira falou sobre suas preferências na cama e contou como a família lida com seu lado desinibido.
“É bem capaz de as pessoas terem uma imagem preconcebida de quem eu sou pelo que viram na TV, mas não vou ficar me policiando pelo que os outros vão pensar. Por exemplo, meu falou: ‘Minha filha, para de ficar posando pelada! Que coisa feia, você está ficando velha’. Eu falei: ‘Pai, se você não gosta, não vê, é fácil. Se você se sente mal, não veja. Não precisa ser meu amigo no Face, não precisa me seguir no Instagram. Você só precisa ter meu telefone para saber como estou”, disse ela, nos bastidores do ensaio.
Apesar das diferenças de opinião, Natalia acredita que muito da sua maneira de ser vem da criação que teve. “Sempre tive muita liberdade de expressão e nenhum preconceito em casa. Saí de casa aos 17 anos, então há 13 não sei o que é morar com pai e mãe. Por isso, cada um que pague suas contas. Então não tem o que falar”, afirmou.
Natalia se assumiu bissexual recentemente e disse ter cabeça aberta quanto a sexo, mas garantiu também ter seus limites. “Gosto muito de sexo a três: eu, uma mulher e um homem. Como gosto dos dois tipos, consigo conjugar esse prazer numa coisa só, mas em uma situação que não role sentimento entre as partes. Ménage à trois com dois homens não tenho nem curiosidade de fazer porque é muita informação. Você não sabe o que faz, aonde bota o quê… É muito confuso, não dá”, disse, às gargalhadas.
Apesar de ser conhecida por fazer o que dá na cabeça, diferentemente das participantes das últimas edições do “BBB”, ela não fez sexo durante o confinamento. “Primeiro me relacionei com o Fernando (Mesquita, no ‘BBB 8’), que era mais certinho e graças a Deus não rolou porque eu era muito louca. Depois teve o Yuri (Fernandes, no ‘BBB 13’), que era muito safado, então eu tinha medo do que podia rolar. Se eu entrasse de novo no programa não sei… Se me desse na telha, bebendo, com um baita de um gostoso, por que não?”.
G1