Mulher inventa sequestro, mas vai pra balada com amante

sequestradaUm plano para tirar R$ 40 mil de um marido traído deu errado em Imbé de Minas, no Vale do Rio Doce. Ana Paula Domiciano Alves Ferreira, de 21 anos, e o amante Deleon Lopes de Faria, de 32, foram presos por forjarem um sequestro para extorquir o marido dela. Ana Paula sumiu no dia 30 de julho e ficou cinco dias sem dar notícias em casa, mas se esqueceu de um detalhe: se esconder. Passou vários dias em bares, hotéis e festas e foi reconhecida por um colega bebendo em um shopping em Ipatinga.
O agricultor João Batista Rodrigues, de 33 anos, ficou desesperado com o sumiço e procurou a polícia. Ao descobrir a farsa na delegacia, ficou decepcionado.
— Toda a vida [fiz tudo por ela]. Ela era a razão da minha vida. Tá doido? Ela tinha de tudo, eu dava tudo pra ela. Ela não podia ter feito isso comigo.
O amante é Deleon Lopes de Faria, de 32 anos. Ele foi preso no posto da PRF na BR-116, em Caratinga, e levou os policiais até o “cativeiro” onde Ana Paula estava hospedada esperando o pagamento do “resgate”.
Ele negou o relacionamento amoroso e o sequestro e disse que não precisava do dinheiro, mas que “entrou na onda” de Ana Paula.
— Eu não tinha relacionamento nenhum com ela. Ela me procurava na minha casa havia três meses, se dizia apaixonada por mim. Quem bolou isso tudo e falou que o marido tinha dinheiro foi ela. Extorsão sim, entrei na onda dela.
O delegado Evandro Radaeli não tem dúvidas da motivação do crime.
— Foi um sequestro forjado. Um golpe que eles planejavam aplicar no marido dessa suposta vítima.
O carro do suspeito foi apreendido em Caratinga. Um taxista e um homem apontado como o contato que ligava para a família para pedir resgate também foram levados para a delegacia.
R7

sequestradaUm plano para tirar R$ 40 mil de um marido traído deu errado em Imbé de Minas, no Vale do Rio Doce. Ana Paula Domiciano Alves Ferreira, de 21 anos, e o amante Deleon Lopes de Faria, de 32, foram presos por forjarem um sequestro para extorquir o marido dela. Ana Paula sumiu no dia 30 de julho e ficou cinco dias sem dar notícias em casa, mas se esqueceu de um detalhe: se esconder. Passou vários dias em bares, hotéis e festas e foi reconhecida por um colega bebendo em um shopping em Ipatinga.
O agricultor João Batista Rodrigues, de 33 anos, ficou desesperado com o sumiço e procurou a polícia. Ao descobrir a farsa na delegacia, ficou decepcionado.
— Toda a vida [fiz tudo por ela]. Ela era a razão da minha vida. Tá doido? Ela tinha de tudo, eu dava tudo pra ela. Ela não podia ter feito isso comigo.
O amante é Deleon Lopes de Faria, de 32 anos. Ele foi preso no posto da PRF na BR-116, em Caratinga, e levou os policiais até o “cativeiro” onde Ana Paula estava hospedada esperando o pagamento do “resgate”.
Ele negou o relacionamento amoroso e o sequestro e disse que não precisava do dinheiro, mas que “entrou na onda” de Ana Paula.
— Eu não tinha relacionamento nenhum com ela. Ela me procurava na minha casa havia três meses, se dizia apaixonada por mim. Quem bolou isso tudo e falou que o marido tinha dinheiro foi ela. Extorsão sim, entrei na onda dela.
O delegado Evandro Radaeli não tem dúvidas da motivação do crime.
— Foi um sequestro forjado. Um golpe que eles planejavam aplicar no marido dessa suposta vítima.
O carro do suspeito foi apreendido em Caratinga. Um taxista e um homem apontado como o contato que ligava para a família para pedir resgate também foram levados para a delegacia.
R7