Bailarina formada pelo Bolshoi no Brasil sofre acidente no Canadá

lucilaUma bailarina formada pelo Bolshoi no Brasil sofreu um grave acidente em Vancouver, no Canadá, onde vive há três anos. Nascida na província de Missiones, na Argentina, Lucila Munaretto, de 20 anos, foi atropelada na quinta-feira (13) e está em coma induzido em um hospital da cidade, com ferimentos graves, segundo a família, que vive em Joinville, no Norte catarinense.
De acordo com o pai de Lucila, o marceneiro Marcos Munaretto, a jovem, integrante do Coastal City Ballet, sofreu politraumatismo e passou por uma cirurgia na tarde desta sexta (14).

“Ela teve traumatismos na cabeça, no pescoço, na mandíbula, no quadril. A coluna estava pressionando a medula”, contou o pai. Em razão da gravidade do quadro de Lucila, o hospital de Vancouver pediu que a família viajasse até o Canadá com urgência.
Os pais da jovem tentavam na tarde desta sexta-feira (14), conseguir passaportes para que a mãe de Lucila, que também é argentina, pudesse viajar acompanhada da filha Nicole, de 8 anos, nascida no Brasil.

Para isso, a família acionou o governo da Argentina e a Polícia Federal em Florianópolis, mas não havia conseguido ser atendida até as 18h desta sexta. Eles tinham o plano de viajar a São Paulo para conseguir o visto canadense o quanto antes.
A família acredita que a presença da irmã caçula de Lucila é imprescindível. “Acredito que 50% da recuperação dela está nas mãos desta pequenininha. Elas são muito ligadas”, disse o pai de Lucila.

Sonho de infância
Lucila se mudou para o Brasil ainda criança, aos 11 anos, em busca do sonho de se tornar bailarina profissional. Silvana Albuquerque, coordenadora de produção de eventos do Bolshoi no Brasil, conta que a jovem viveu em casas sociais mantidas pela escola nos primeiros anos, até que o irmão também foi aprovado para estudar no Bolshoi, em 2006. No ano seguinte, a família toda se mudou para Joinville.
“Acompanhei a trajetória dela, é uma menina muito feliz, solícita. A família é muito correta, e a vida dela é o balé”, conta Silvana.
Há três anos, após se formar no Bolshoi, Lucila passou a integrar o Coastal City Ballet, no Canadá. O pai conta que a jovem mora com outra irmã na casa de uma família em Vancouver.

Trabalho em mercado
O pai conta que ajuda financeiramente a filha a se aperfeiçoar no Canadá com o trabalho na marcenaria. “Ela estava de férias e havia conseguido um trabalho há duas semanas, em um mercado”, conta Marcos. Embora a família não tenha condições financeiras de arcar com os custos de uma viagem às pressas, o pai diz que o mais importante é que a família esteja perto da jovem.
“Isso não importa. Nossa preocupação é que todos façam uma corrente de oração por ela, para que se recupere. Ela me encanta, não só pela dança, mas pela pessoa que ela é”, disse o pai, sem conter o choro.
Para ajudar a família a arcar com os gastos da viagem e do hospital no Canadá, o Bolshoi no Brasil está fazendo uma campanha em sua página em uma rede social.
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial