Manifestações em Campina e João Pessoa reúnem menos de 1,3 pessoas. Estimativa era de 6 mil

povinho2Os dois maiores protestos deste domingo (16) contra a presidente Dilma Rousseff na Paraíba reuniram 1,2 mil pessoas, segundo números oficiais divulgados pela Polícia Militar. Em João Pessoa, 800 pessoas participaram de manifestação no Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú, Zona Leste de João Pessoa. Em Campina Grande, 400 pessoas ocuparam as margens do Açude Velho, no Centro. Além da saída de Dilma da Presidência da República, as manifestações populares pediram o fim da corrupção no Brasil.
Na Capital, um grupo se reuniu, inicialmente, em uma rua que dá acesso à Avenida Epitácio Pessoa, nas proximidades do Grupamento de Engenharia, seguindo para a Orla, onde se juntou a outra parte do movimento por volta das 16h. Em Campina, a concentração ocorreu na Praça da Bandeira, seguindo em seguida para o Açude Velho.
Vestidos de verde e amarelo, com faixas, cartazes e carros de som, os manifestantes gritaram palavras de ordem e o “Fora, Dilma! Fora PT” foi ouvido constantemente. Os protestos em João Pessoa e Campina Grande ocorreram de forma pacífica.
A previsão inicial era de que ao menos seis mil pessoas estivessem presentes nas manifestações em João Pessoa e em Campina Grande.
Na Capital, o movimento principal, organizado pelo grupo ‘Acorda Brasil’, terminou no Busto, por volta das 17h30. Outra organização paralela, com os mesmos objetivos, mobilizada pelo Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed-PB), seguiu pela orla até o Hotel Tambaú, onde permaneceu até as 18h15.
No total, os protestos ocorreram em pelo menos 20 estados. O governo federal não havia se pronunciado oficialmente sobre as ocorrências até o início da noite deste domingo.
Portalcorreio

povinho2Os dois maiores protestos deste domingo (16) contra a presidente Dilma Rousseff na Paraíba reuniram 1,2 mil pessoas, segundo números oficiais divulgados pela Polícia Militar. Em João Pessoa, 800 pessoas participaram de manifestação no Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú, Zona Leste de João Pessoa. Em Campina Grande, 400 pessoas ocuparam as margens do Açude Velho, no Centro. Além da saída de Dilma da Presidência da República, as manifestações populares pediram o fim da corrupção no Brasil.
Na Capital, um grupo se reuniu, inicialmente, em uma rua que dá acesso à Avenida Epitácio Pessoa, nas proximidades do Grupamento de Engenharia, seguindo para a Orla, onde se juntou a outra parte do movimento por volta das 16h. Em Campina, a concentração ocorreu na Praça da Bandeira, seguindo em seguida para o Açude Velho.
Vestidos de verde e amarelo, com faixas, cartazes e carros de som, os manifestantes gritaram palavras de ordem e o “Fora, Dilma! Fora PT” foi ouvido constantemente. Os protestos em João Pessoa e Campina Grande ocorreram de forma pacífica.
A previsão inicial era de que ao menos seis mil pessoas estivessem presentes nas manifestações em João Pessoa e em Campina Grande.
Na Capital, o movimento principal, organizado pelo grupo ‘Acorda Brasil’, terminou no Busto, por volta das 17h30. Outra organização paralela, com os mesmos objetivos, mobilizada pelo Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed-PB), seguiu pela orla até o Hotel Tambaú, onde permaneceu até as 18h15.
No total, os protestos ocorreram em pelo menos 20 estados. O governo federal não havia se pronunciado oficialmente sobre as ocorrências até o início da noite deste domingo.
Portalcorreio