Chorinho, Rock, MPB e Raízes Nordestinas irão compor o penúltimo dia de atrações do 40º FICG

chorinhoNo dia 22 de agosto, às 11h, a programação começa com o show “Chorões Choram na Praça”, contando com a participação dos grupos Duduta e seu Regional, Choro Novo e Os Coroas do Samba. Esta apresentação reúne os “chorões” nos 40 anos do Festival de Inverno de Campina Grande, onde as lágrimas da saudade, do amor, da alegria e da dor fazem parte do repertório dessa atração. Ao som de um chorinho chorado, tradição e memória na história musical brasileira, os chorões abraçam o Festival de Inverno como símbolo de resistência e brasilidade.

A partir das 17h, o grupo Meia de U.S. traz para o palco muito Rock. A banda surgiu em 2011 na cidade de Campina Grande, inovando e homenageando o verdadeiro Rock N’ Roll. Formado pelo guitarrista Joari Guarniery, baixista Yuri Lucena, baterista Renato Barbosa e o vocalista Max Kehrle, o repertório é composto por músicas autorais, surpreendendo o público com o melhor do rock entre os anos 60, 70 e 80.

Campina na Ribalta, é o show que às 18h, expõe em cena astros e estrelas campinenses em uma sinfonia de vozes, homenageando os 40 anos do FICG. Kátia Virgínia, Adília Uchôa, Lara Sales, Roberta Silvana, Edivânia Aguiar, Rangel Júnior, Sócrates Gonçalves, Júnior Menezes, Moisés Freire e Henriques Du Valle, integrantes desse show, apresentam um repertório de grandes compositores da música popular brasileira, passando de Chico Buarque à Belchior, Cazuza à Lulu Santos e interpretações de Elis Regina à Núbia Lafayete.

No encerramento, o grupo pernambucano Quinteto Violado se apresenta às 20h30. O Quinteto surgiu na década de 70, trazendo uma nova leitura para a música brasileira com ênfase no Nordeste. Ao longo da carreira, concorreu a 08 Prêmios da Música Brasileira e ganhou 04 deles, como Melhor Grupo Regional, foi indicado ao GRAMMY LATIN 2014, recebeu a OMC (Ordem do Mérito Cultural) do Ministério da Cultura pelos seus feitos culturais ao país, entre outros.

Os shows do Quinteto Violado mostram a cultura nordestina com arranjos diversificados, sob a influência da música do mundo com base nas suas raízes. Além das suas próprias composições, eles interpretam músicas de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Geraldo Vandré, entre outros ícones brasileiros, no seu repertório. O grupo é composto por: Marcelo Melo (violão, viola e voz), Dudu Alves (Teclados e voz), Ciano Alves (Flauta e violão), Roberto Medeiros (Bateria e voz), Sandro Lins (Baixo) e com participações especiais de: Raminho (Percussão) e João Alves (Percussão).

SERVIÇO:
Show: “Chorões Choram na Praça”
(Choro Novo, Duduta e Seu Regional, Os Coroas do Samba)
Local: Praça da Bandeira
Hora: 11h

Show: Meia de US
Local: Praça da Bandeira
Hora: 17h

Show: Campina na Ribalta
(Adília Uchôa, Katia Virginia, Lara Sales, Roberta Silvana, Edvânia Aguiar, Rangel Jr, Moises Freire, Henrique do Vale, Jr Menezes, Sócrates Gonçalves)
Local: Praça da Bandeira
Hora: 18h

Show: Quinteto Violado
Local: Praça da Bandeira
Hora: 20h30

chorinhoNo dia 22 de agosto, às 11h, a programação começa com o show “Chorões Choram na Praça”, contando com a participação dos grupos Duduta e seu Regional, Choro Novo e Os Coroas do Samba. Esta apresentação reúne os “chorões” nos 40 anos do Festival de Inverno de Campina Grande, onde as lágrimas da saudade, do amor, da alegria e da dor fazem parte do repertório dessa atração. Ao som de um chorinho chorado, tradição e memória na história musical brasileira, os chorões abraçam o Festival de Inverno como símbolo de resistência e brasilidade.

A partir das 17h, o grupo Meia de U.S. traz para o palco muito Rock. A banda surgiu em 2011 na cidade de Campina Grande, inovando e homenageando o verdadeiro Rock N’ Roll. Formado pelo guitarrista Joari Guarniery, baixista Yuri Lucena, baterista Renato Barbosa e o vocalista Max Kehrle, o repertório é composto por músicas autorais, surpreendendo o público com o melhor do rock entre os anos 60, 70 e 80.

Campina na Ribalta, é o show que às 18h, expõe em cena astros e estrelas campinenses em uma sinfonia de vozes, homenageando os 40 anos do FICG. Kátia Virgínia, Adília Uchôa, Lara Sales, Roberta Silvana, Edivânia Aguiar, Rangel Júnior, Sócrates Gonçalves, Júnior Menezes, Moisés Freire e Henriques Du Valle, integrantes desse show, apresentam um repertório de grandes compositores da música popular brasileira, passando de Chico Buarque à Belchior, Cazuza à Lulu Santos e interpretações de Elis Regina à Núbia Lafayete.

No encerramento, o grupo pernambucano Quinteto Violado se apresenta às 20h30. O Quinteto surgiu na década de 70, trazendo uma nova leitura para a música brasileira com ênfase no Nordeste. Ao longo da carreira, concorreu a 08 Prêmios da Música Brasileira e ganhou 04 deles, como Melhor Grupo Regional, foi indicado ao GRAMMY LATIN 2014, recebeu a OMC (Ordem do Mérito Cultural) do Ministério da Cultura pelos seus feitos culturais ao país, entre outros.

Os shows do Quinteto Violado mostram a cultura nordestina com arranjos diversificados, sob a influência da música do mundo com base nas suas raízes. Além das suas próprias composições, eles interpretam músicas de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Geraldo Vandré, entre outros ícones brasileiros, no seu repertório. O grupo é composto por: Marcelo Melo (violão, viola e voz), Dudu Alves (Teclados e voz), Ciano Alves (Flauta e violão), Roberto Medeiros (Bateria e voz), Sandro Lins (Baixo) e com participações especiais de: Raminho (Percussão) e João Alves (Percussão).

SERVIÇO:
Show: “Chorões Choram na Praça”
(Choro Novo, Duduta e Seu Regional, Os Coroas do Samba)
Local: Praça da Bandeira
Hora: 11h

Show: Meia de US
Local: Praça da Bandeira
Hora: 17h

Show: Campina na Ribalta
(Adília Uchôa, Katia Virginia, Lara Sales, Roberta Silvana, Edvânia Aguiar, Rangel Jr, Moises Freire, Henrique do Vale, Jr Menezes, Sócrates Gonçalves)
Local: Praça da Bandeira
Hora: 18h

Show: Quinteto Violado
Local: Praça da Bandeira
Hora: 20h30