Mulher se revolta com preços e quebra vinhos de mercado do Paraná

revoltaUma mulher quebrou dezenas de garrafas de vinhos em um supermercado de Londrina, no norte do Paraná, revoltada com os preços altos dos produtos. Um consumidor gravou e publicou o vídeo no YouTube nesta sexta-feira (21).
Durante o surto, a mulher quebra várias garrafas e ameaça com pedaços de vidro um segurança do mercado que tenta contê-la. Foram tantos recipientes quebrados, que o espaço do setor de bebidas ficou inundado de vinho.
Na gravação, a mulher reclama que os produtos vendidos pelo mercado são caros. “Ninguém vê que a carne está cara, só pensam em publicar o vídeo no Youtube”, grita.
Além de falar sobre os preços, a consumidora ainda afirma “que ninguém se preocupa com os moradores da área rural, só se preocupam com as pessoas que têm dinheiro”. O vídeo dura três minutos, e só no fim três seguranças conseguem retirar a mulher do local.
A Polícia Militar foi chamada e uma equipe médica prestou atendimento à mulher. Nenhum consumidor ficou ferido.
O G1 entrou em contato com o supermercado, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o caso.
G1

revoltaUma mulher quebrou dezenas de garrafas de vinhos em um supermercado de Londrina, no norte do Paraná, revoltada com os preços altos dos produtos. Um consumidor gravou e publicou o vídeo no YouTube nesta sexta-feira (21).
Durante o surto, a mulher quebra várias garrafas e ameaça com pedaços de vidro um segurança do mercado que tenta contê-la. Foram tantos recipientes quebrados, que o espaço do setor de bebidas ficou inundado de vinho.
Na gravação, a mulher reclama que os produtos vendidos pelo mercado são caros. “Ninguém vê que a carne está cara, só pensam em publicar o vídeo no Youtube”, grita.
Além de falar sobre os preços, a consumidora ainda afirma “que ninguém se preocupa com os moradores da área rural, só se preocupam com as pessoas que têm dinheiro”. O vídeo dura três minutos, e só no fim três seguranças conseguem retirar a mulher do local.
A Polícia Militar foi chamada e uma equipe médica prestou atendimento à mulher. Nenhum consumidor ficou ferido.
O G1 entrou em contato com o supermercado, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o caso.
G1