Melanina Carioca lança DVD e CD em São Paulo

Melanina Carioca é um grupo de hip hop brasileiro, formado na capital do Rio de Janeiro, no morro do Vidigal, em 2009. O grupo é composto por Marcello Melo Jr., Jonathan Haagensen, Roberta Rodrigues, David dos Santos, Negueba, Roberta Santiago, Jefferson Brasil (JB) e Luiz Otavio. E atualmente Fábio Ponte atua como empresário. Desde abril, a banda tem parceria com a renomada gravadora Deckdisc.

mela3

A banda melanina Carioca esteve em São Paulo neste fim de semana para cumprir a sua extensa agenda de shows, e também para fazer o lançamento do seu CD e do seu DVD, a banda é bem famosa porque além de ter globais em seus componentes tem o seu estilo próprio, sua personalidade de palco, e também por ter um show muito eclético, eles estão formados nesta banda desde 2009, com a junção de três distintas bandas. Ambos seguem projetos paralelos na televisão, no cinema, nos palcos e afins… Mais é nos shows onde tudo acontece e eles mostram que vieram pra ficar!

mela

E lógico que em um dos shows deles de ontem (domingo 16/08) eu consegui um tempinho para entrevistar o Marcello Melo Jr. um ator renomadíssimo, e também o querido Jonathan Haagensen, que também é ator de várias novelas e filmes renomadíssimos, confira abaixo a nossa entrevista!

Bianca Ballotto: Marcello, sabemos que a novela Babilônia na qual você atua, já está na reta final, faz pra gente um balanço de como foi participar desta novela ?

mela2

Marcello Mello Jr.: Pra mim foi maravilhoso participar, acho que foi uma obra que teve um processo de crescimento, de redescobrir, e a gente poder fazer parte desse momento, foi ótimo, pois teve muita dedicação, teve muito empenho, acho que o resultado foi muito positivo, e é um pouco disso, VOCÊ AMAR E VOCÊ RESPEITAR A SUA ARTE E O SEU TRABALHO, e poder compartilhar isso com as pessoas, então, estou muito feliz e espero pelos últimos capítulos pra saber como vai ser esse desfecho!

Bianca Ballotto: Estamos acompanhando que nas próximas cenas você irá fazer um cadeirante, como foi pra você interpretar o seu primeiro cadeirante? Você fez laboratório? Acompanhou algum deficiente por algum tempo? E como está a sua visão referente a cidade grande após esse seu papel?
Marcello Mello Jr.: Isso é muito mais o estudo do próprio ator, de se aprofundar, saber, conhecer o que ele está atuando, entrar mesmo no universo, assim como somos na banda, de conhecer o mundo da música, estar experimentando, estar descobrindo, estar ouvindo… Mais sempre muda algo na nossa visão, acho que é uma experiência de você poder estar em contato, estar na vivência, estar mais próximo, viver e ver como é a vida da pessoa depois, e até muito mais ver como é o nosso país na questão do acesso ao cadeirante, ao deficiente, á essas pessoas, até mesmo o pessoal da classe baixa com a carência que tem da educação, da saúde, de cidadania e mais respeito ao próximo e você acaba tendo esse contato mais próximo e ter esse nosso conhecimento sobre a nossa falha de segurança, e essa carência dessas coisas, e ao mesmo tempo vamos fazendo esse trabalho motivacional, que é uma coisa até que o “Melanina” faz, de ir nos lugares mais carentes, como no último sábado 15/08) fomos em um dos bairros daqui de São Paulo, onde teve a chacina, então a galera está um pouco assustada, mais a gente foi para levar amor, carinho, a nossa arte, pra poder preencher um pouco do vazio que talvez o sistema deixe, mais existe pessoas que vieram da mesma origem pra fazer isso, poder cuidar e compartilhar!

Bianca Ballotto: E á algumas semanas começou a dança dos famosos, você que foi campeão da edição anterior, qual a sua dica para o pessoal, e pra quem você está torcendo?
Marcello Mello Jr.: Então, não tive muito tempo de estar acompanhando por conta da correria do próprio trabalho, mais tenho amigos lá, tem uma galera legal ! Tem o Arthur que está dançando, a Viviane, mais acho que é mesmo uma descoberta, assim como eu, que vivi esta experiência, que tenho um pouco mais de contato com a música, com a dança e outros menos… Mais é uma disputa, um conhecimento, e a galera vai se “jogar” e na final eu vou estar lá pra poder entregar o prêmio, mais no geral estou torcendo para todos !

mela1

Bianca Ballotto: Todos nos telespectadores estamos com saudade de te ver nas telinhas, quando você está voltando?
Jonathan Haagensen: Pra mim é sempre um prazer receber esse tipo de mensagem, as pessoas sempre comentam, mas não depende só de mim, estou disponível sempre, mas hoje estou mais focado na banda, fazendo projetos que se adaptam ao meu tempo, e que também seja bacana, eu estou filmando projetos lindos de cinema, estou estudando, vou fazer uma série agora para a fox, fiz uma série para o multishow, projeto de séries e cinema estão rolando… Espero e acredito, que logo estou voltando para a tv aberta, fiz alguns testes, mais estou mais focado nos trabalhos que se adaptam ao meu tempo, pois consome muito tempo, é muito trabalho, estamos agora com o nosso primeiro “filho” que é o Melanina carioca vivendo de amor, mas estou feliz pois eu consigo filmar que é uma coisa que eu tenho muito prazer, e rolando oportunidade para a tv eu estou disponível, e é bom quando você consegue se realizar, a banda é uma realização, filmar é uma realização, fiz um filme de um amigo meu, que se chama Rio Mumbai, enfim, que fala sobre o futuro, um texto muito interessante, que ele faz uma reflexão sobre o futuro, o posicionamento de cada um no mundo, então, está sendo muito bacana estar no show, fazer 4 ou 5 shows por finais de semana, e ai estou voltando agora, começando a estudar pro meu personagem pra minha próxima série, e depois um próximo filme, e um próximo roteiro, eu só tenho a agradecer, e digo para as minhas fãs que daqui a pouquinho a gente está chegando!

Bianca Ballotto: Me conta um pouco sobre a sua participação no filme “vai que cola”?
Jonathan Haagensen: Eu faço um sadomasoquista, que contracena com a Samantha, o interessante mesmo foi o convite, pra uma coisa inusitada, uma comédia “rasgada”, e as possibilidades que os diretores e os atores de terem a chance de se aproximar da comédia, de uma realidade que realmente é complicada para o nosso país, só que existe o entretenimento, a denúncia, de certa forma “o protesto” que a gente com delicadeza pode fazer atraves da arte.

Bianca Ballotto: Qual foi a sensação de gravar novamente o filme, cidade de deus depois de 10 anos ? Teve um peso maior pelos prêmios que ele concorreu ou foi tranquilo do mesmo jeito, vocês curtiram da mesma forma?
Jonathan Haagensen: Foi bem mais tranquilo, pois na verdade foi um documentário, um relato da experiência, foram muitas coisas positivas e algumas coisas que realmente fogem do controle, mas foi legal, foi bacana assim dez anos depois você tentar refletir sobre o que aconteceu na vida de cada um, e na verdade o que o filme mudou, não só pra quem participou, mais pro nosso país ter sido representado da forma que foi, com o tema principalmente, outros filmes tiveram esta importância como o tropa de elite, carandiru, enfim, tantas outras obras que a gente consegue dialogar com o que a gente discorda e com o que a gente acha que deve melhorar!

Quer ver mais fotos e videos do show e dos meninos?! Vocês encontram tudo isso no meu IG que é: @biaballottooficial

Melanina Carioca é um grupo de hip hop brasileiro, formado na capital do Rio de Janeiro, no morro do Vidigal, em 2009. O grupo é composto por Marcello Melo Jr., Jonathan Haagensen, Roberta Rodrigues, David dos Santos, Negueba, Roberta Santiago, Jefferson Brasil (JB) e Luiz Otavio. E atualmente Fábio Ponte atua como empresário. Desde abril, a banda tem parceria com a renomada gravadora Deckdisc.

mela3

A banda melanina Carioca esteve em São Paulo neste fim de semana para cumprir a sua extensa agenda de shows, e também para fazer o lançamento do seu CD e do seu DVD, a banda é bem famosa porque além de ter globais em seus componentes tem o seu estilo próprio, sua personalidade de palco, e também por ter um show muito eclético, eles estão formados nesta banda desde 2009, com a junção de três distintas bandas. Ambos seguem projetos paralelos na televisão, no cinema, nos palcos e afins… Mais é nos shows onde tudo acontece e eles mostram que vieram pra ficar!

mela

E lógico que em um dos shows deles de ontem (domingo 16/08) eu consegui um tempinho para entrevistar o Marcello Melo Jr. um ator renomadíssimo, e também o querido Jonathan Haagensen, que também é ator de várias novelas e filmes renomadíssimos, confira abaixo a nossa entrevista!

Bianca Ballotto: Marcello, sabemos que a novela Babilônia na qual você atua, já está na reta final, faz pra gente um balanço de como foi participar desta novela ?

mela2

Marcello Mello Jr.: Pra mim foi maravilhoso participar, acho que foi uma obra que teve um processo de crescimento, de redescobrir, e a gente poder fazer parte desse momento, foi ótimo, pois teve muita dedicação, teve muito empenho, acho que o resultado foi muito positivo, e é um pouco disso, VOCÊ AMAR E VOCÊ RESPEITAR A SUA ARTE E O SEU TRABALHO, e poder compartilhar isso com as pessoas, então, estou muito feliz e espero pelos últimos capítulos pra saber como vai ser esse desfecho!

Bianca Ballotto: Estamos acompanhando que nas próximas cenas você irá fazer um cadeirante, como foi pra você interpretar o seu primeiro cadeirante? Você fez laboratório? Acompanhou algum deficiente por algum tempo? E como está a sua visão referente a cidade grande após esse seu papel?
Marcello Mello Jr.: Isso é muito mais o estudo do próprio ator, de se aprofundar, saber, conhecer o que ele está atuando, entrar mesmo no universo, assim como somos na banda, de conhecer o mundo da música, estar experimentando, estar descobrindo, estar ouvindo… Mais sempre muda algo na nossa visão, acho que é uma experiência de você poder estar em contato, estar na vivência, estar mais próximo, viver e ver como é a vida da pessoa depois, e até muito mais ver como é o nosso país na questão do acesso ao cadeirante, ao deficiente, á essas pessoas, até mesmo o pessoal da classe baixa com a carência que tem da educação, da saúde, de cidadania e mais respeito ao próximo e você acaba tendo esse contato mais próximo e ter esse nosso conhecimento sobre a nossa falha de segurança, e essa carência dessas coisas, e ao mesmo tempo vamos fazendo esse trabalho motivacional, que é uma coisa até que o “Melanina” faz, de ir nos lugares mais carentes, como no último sábado 15/08) fomos em um dos bairros daqui de São Paulo, onde teve a chacina, então a galera está um pouco assustada, mais a gente foi para levar amor, carinho, a nossa arte, pra poder preencher um pouco do vazio que talvez o sistema deixe, mais existe pessoas que vieram da mesma origem pra fazer isso, poder cuidar e compartilhar!

Bianca Ballotto: E á algumas semanas começou a dança dos famosos, você que foi campeão da edição anterior, qual a sua dica para o pessoal, e pra quem você está torcendo?
Marcello Mello Jr.: Então, não tive muito tempo de estar acompanhando por conta da correria do próprio trabalho, mais tenho amigos lá, tem uma galera legal ! Tem o Arthur que está dançando, a Viviane, mais acho que é mesmo uma descoberta, assim como eu, que vivi esta experiência, que tenho um pouco mais de contato com a música, com a dança e outros menos… Mais é uma disputa, um conhecimento, e a galera vai se “jogar” e na final eu vou estar lá pra poder entregar o prêmio, mais no geral estou torcendo para todos !

mela1

Bianca Ballotto: Todos nos telespectadores estamos com saudade de te ver nas telinhas, quando você está voltando?
Jonathan Haagensen: Pra mim é sempre um prazer receber esse tipo de mensagem, as pessoas sempre comentam, mas não depende só de mim, estou disponível sempre, mas hoje estou mais focado na banda, fazendo projetos que se adaptam ao meu tempo, e que também seja bacana, eu estou filmando projetos lindos de cinema, estou estudando, vou fazer uma série agora para a fox, fiz uma série para o multishow, projeto de séries e cinema estão rolando… Espero e acredito, que logo estou voltando para a tv aberta, fiz alguns testes, mais estou mais focado nos trabalhos que se adaptam ao meu tempo, pois consome muito tempo, é muito trabalho, estamos agora com o nosso primeiro “filho” que é o Melanina carioca vivendo de amor, mas estou feliz pois eu consigo filmar que é uma coisa que eu tenho muito prazer, e rolando oportunidade para a tv eu estou disponível, e é bom quando você consegue se realizar, a banda é uma realização, filmar é uma realização, fiz um filme de um amigo meu, que se chama Rio Mumbai, enfim, que fala sobre o futuro, um texto muito interessante, que ele faz uma reflexão sobre o futuro, o posicionamento de cada um no mundo, então, está sendo muito bacana estar no show, fazer 4 ou 5 shows por finais de semana, e ai estou voltando agora, começando a estudar pro meu personagem pra minha próxima série, e depois um próximo filme, e um próximo roteiro, eu só tenho a agradecer, e digo para as minhas fãs que daqui a pouquinho a gente está chegando!

Bianca Ballotto: Me conta um pouco sobre a sua participação no filme “vai que cola”?
Jonathan Haagensen: Eu faço um sadomasoquista, que contracena com a Samantha, o interessante mesmo foi o convite, pra uma coisa inusitada, uma comédia “rasgada”, e as possibilidades que os diretores e os atores de terem a chance de se aproximar da comédia, de uma realidade que realmente é complicada para o nosso país, só que existe o entretenimento, a denúncia, de certa forma “o protesto” que a gente com delicadeza pode fazer atraves da arte.

Bianca Ballotto: Qual foi a sensação de gravar novamente o filme, cidade de deus depois de 10 anos ? Teve um peso maior pelos prêmios que ele concorreu ou foi tranquilo do mesmo jeito, vocês curtiram da mesma forma?
Jonathan Haagensen: Foi bem mais tranquilo, pois na verdade foi um documentário, um relato da experiência, foram muitas coisas positivas e algumas coisas que realmente fogem do controle, mas foi legal, foi bacana assim dez anos depois você tentar refletir sobre o que aconteceu na vida de cada um, e na verdade o que o filme mudou, não só pra quem participou, mais pro nosso país ter sido representado da forma que foi, com o tema principalmente, outros filmes tiveram esta importância como o tropa de elite, carandiru, enfim, tantas outras obras que a gente consegue dialogar com o que a gente discorda e com o que a gente acha que deve melhorar!

Quer ver mais fotos e videos do show e dos meninos?! Vocês encontram tudo isso no meu IG que é: @biaballottooficial