Papa Francisco permite perdão do aborto durante Ano Santo

abortoO Papa Francisco vai dar permissão a todos os padres para perdoar formalmente as mulheres que tiveram abortos e buscarem perdão durante o Ano Santo da Igreja Católica, que vai de dezembro de 2015 a novembro de 2016.
A medida é o mais recente passo do Papa argentino para promover uma igreja mais aberta e inclusiva.
Em uma carta publicada pelo Vaticano nesta terça-feira (1º), Francisco descreveu o “calvário existencial e moral” enfrentado por mulheres que terminaram sua gravidez, e disse que conheceu “tantas mulheres que carregam em seus corações a cicatriz dessa decisão angustiante e dolorosa”.
Na doutrina católica, o aborto é um pecado tão grave que aqueles que o realizam ou sofrem são excomungados automaticamente.
O aborto só pode ser formalmente perdoado pelo confessor chefe de uma diocese – conhecido pelo termo italiano “penitenziere” – ou por um missionário cristão, disse o padre Ciro Benedettini, porta-voz do Vaticano.
G1

abortoO Papa Francisco vai dar permissão a todos os padres para perdoar formalmente as mulheres que tiveram abortos e buscarem perdão durante o Ano Santo da Igreja Católica, que vai de dezembro de 2015 a novembro de 2016.
A medida é o mais recente passo do Papa argentino para promover uma igreja mais aberta e inclusiva.
Em uma carta publicada pelo Vaticano nesta terça-feira (1º), Francisco descreveu o “calvário existencial e moral” enfrentado por mulheres que terminaram sua gravidez, e disse que conheceu “tantas mulheres que carregam em seus corações a cicatriz dessa decisão angustiante e dolorosa”.
Na doutrina católica, o aborto é um pecado tão grave que aqueles que o realizam ou sofrem são excomungados automaticamente.
O aborto só pode ser formalmente perdoado pelo confessor chefe de uma diocese – conhecido pelo termo italiano “penitenziere” – ou por um missionário cristão, disse o padre Ciro Benedettini, porta-voz do Vaticano.
G1