Queda de guindaste deixa mais de 100 mortos na Grande Mesquita de Meca

guindasteDezenas de pessoas morreram nesta sexta-feira (11) após um guindaste cair na Grande Mesquita de Meca, na Arábia Saudita, segundo a autoridade de Defesa Civil do país. O órgão informou em sua conta no Twitter que pelo menos 107 pessoas morreram e 238 ficaram feridas.
O diretor-geral da Defes Civil, Suleiman al-Amr atribuiu o desastre aos ventos fortes na cidade. A TV Al Arabiya disse mais cedo que o guindaste tinha caído por causa da forte tempestade.
Imagens feitas após a queda mostram peregrinos com vestes ensanguentadas. O incidente ocorreu no dia mais movimentado da semana, sexta-feira, dia de oração para os muçulmanos, quando a Grande Mesquita de Meca fica repleta.
O Hajj, peregrinação anual de muçulmanos a Meca, começa ainda neste mês de setembro. As autoridades sauditas têm feito grandes esforços para receber os milhões de muçulmanos na grande peregrinação sagrada.
No ano passado, o número de pessoas autorizadas a fazer o Hajj foi reduzido por razões de segurança devido a obras para ampliar a Grande Mesquita.

Desastres no passado
A peregrinação, um dos maiores encontros religiosos do mundo, já foi palco de desastres no passado provocados por tumultos. Centenas morreram em um deles em 2006.
As autoridades sauditas também têm feito investimentos para expandir locais de visita e melhorar o sistema de transporte em um esforço para evitar mais tragédias.
Eles fizeram investimentos também na melhoria dos serviços de segurança e para impedir que os peregrinos cheguem ao local sem autorização.
G1

guindasteDezenas de pessoas morreram nesta sexta-feira (11) após um guindaste cair na Grande Mesquita de Meca, na Arábia Saudita, segundo a autoridade de Defesa Civil do país. O órgão informou em sua conta no Twitter que pelo menos 107 pessoas morreram e 238 ficaram feridas.
O diretor-geral da Defes Civil, Suleiman al-Amr atribuiu o desastre aos ventos fortes na cidade. A TV Al Arabiya disse mais cedo que o guindaste tinha caído por causa da forte tempestade.
Imagens feitas após a queda mostram peregrinos com vestes ensanguentadas. O incidente ocorreu no dia mais movimentado da semana, sexta-feira, dia de oração para os muçulmanos, quando a Grande Mesquita de Meca fica repleta.
O Hajj, peregrinação anual de muçulmanos a Meca, começa ainda neste mês de setembro. As autoridades sauditas têm feito grandes esforços para receber os milhões de muçulmanos na grande peregrinação sagrada.
No ano passado, o número de pessoas autorizadas a fazer o Hajj foi reduzido por razões de segurança devido a obras para ampliar a Grande Mesquita.

Desastres no passado
A peregrinação, um dos maiores encontros religiosos do mundo, já foi palco de desastres no passado provocados por tumultos. Centenas morreram em um deles em 2006.
As autoridades sauditas também têm feito investimentos para expandir locais de visita e melhorar o sistema de transporte em um esforço para evitar mais tragédias.
Eles fizeram investimentos também na melhoria dos serviços de segurança e para impedir que os peregrinos cheguem ao local sem autorização.
G1