Mulheres de Alagoa Nova aprendem as técnicas do bordado artesanal para fugir da seca

bordadoO “Ateliê Mãos Unidas que Fazem o Bordado” deu início no último sábado (26), às oficinas de bordado artesanal para as mulheres da cidade de Alagoa Nova, no Brejo da Paraíba. A ideia é capacitá-las para a profissionalização de sua produção.
A realização do projeto vai permitir às bordadeiras uma renda extra ou até mesmo a oportunidade de desempenhar outra atividade, já que a maioria das participantes viviam da agricultura familiar e tiveram seus trabalhos comprometidos devido à estiagem na região.
É o caso da jovem Juliana Farias, de 22 anos, ela sempre trabalhou com o plantio de grãos, mas há algum tempo se viu obrigada a parar de trabalhar por causa da seca que castiga a região. Agora ela se dedica às aulas da oficina de bordado livre e já planeja viver da atividade. “Desde pequena trabalho na roça plantando arroz, milho e feijão, mas quando vem a seca a gente fica muito tempo sem trabalhar. Espero que quando eu tiver bordando bem não precise mais me preocupar”, disse.
A iniciativa do Ateliê é da professora aposentada Eurídice Honorato que tem o bordado artesanal como hobby pessoal. Nas tardes dos sábados, ela estará recebendo as alunas na sua casa para ensinar as técnicas de cinco tipos diferentes de bordado: corte e costura, de bordado ponto cruz, de bordado vagonite, bordado livre e de bordado com rococó.
Para a idealizadora, o Ateliê representa oportunidades de trabalho às mulheres da zona rural de Alagoa Nova quem não têm nenhuma renda. “É uma oportunidade de futuramente elas ter alguma atividade já que muitas delas não têm do que viver”, pontuou.
As oficinas acontecem todos os sábados, até o mês de novembro, das 13 às 17 horas, na Rua Patrício Freire, nº 332, Centro, Alagoa Nova (PB). A exposição do projeto acontecerá no dia 05 de dezembro, no Centro Artesanal do município.
Ao final do projeto, que conta com o patrocínio do Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) Augusto dos Anjos, do Governo do Estado da Paraíba, as alunas terão produzido 100 (cem) peças, das quais 10 (dez) serão distribuídas ao grupo da terceira idade do município de Alagoa Nova, 05 (cinco) serão entregues ao FIC Augusto dos Anjos e as 85 (oitenta e cinco) restantes ficarão para exposição de artesanato na cidade.
Mais informações pelos telefones (83) 98119-9500, (83) 98876.4457 ou no site do projeto www.ateliemaosunidas.com.br.

CRONOGRAMA DAS OFICINAS

Dia 03 /10: Bordado livre
Dia 10 /10: Bordado livre
Dia 17/10: Ponto cruz
Dia 24/10: Corte e Costura e Bordado Rococó
Dia 31 /10: Bordado Rococó
Dia 07 /11: Bordado Rococó
Dia 14 /11: Corte e Costura e Bordado Vagonite
Dia 21 /11: Bordado Livre

bordadoO “Ateliê Mãos Unidas que Fazem o Bordado” deu início no último sábado (26), às oficinas de bordado artesanal para as mulheres da cidade de Alagoa Nova, no Brejo da Paraíba. A ideia é capacitá-las para a profissionalização de sua produção.
A realização do projeto vai permitir às bordadeiras uma renda extra ou até mesmo a oportunidade de desempenhar outra atividade, já que a maioria das participantes viviam da agricultura familiar e tiveram seus trabalhos comprometidos devido à estiagem na região.
É o caso da jovem Juliana Farias, de 22 anos, ela sempre trabalhou com o plantio de grãos, mas há algum tempo se viu obrigada a parar de trabalhar por causa da seca que castiga a região. Agora ela se dedica às aulas da oficina de bordado livre e já planeja viver da atividade. “Desde pequena trabalho na roça plantando arroz, milho e feijão, mas quando vem a seca a gente fica muito tempo sem trabalhar. Espero que quando eu tiver bordando bem não precise mais me preocupar”, disse.
A iniciativa do Ateliê é da professora aposentada Eurídice Honorato que tem o bordado artesanal como hobby pessoal. Nas tardes dos sábados, ela estará recebendo as alunas na sua casa para ensinar as técnicas de cinco tipos diferentes de bordado: corte e costura, de bordado ponto cruz, de bordado vagonite, bordado livre e de bordado com rococó.
Para a idealizadora, o Ateliê representa oportunidades de trabalho às mulheres da zona rural de Alagoa Nova quem não têm nenhuma renda. “É uma oportunidade de futuramente elas ter alguma atividade já que muitas delas não têm do que viver”, pontuou.
As oficinas acontecem todos os sábados, até o mês de novembro, das 13 às 17 horas, na Rua Patrício Freire, nº 332, Centro, Alagoa Nova (PB). A exposição do projeto acontecerá no dia 05 de dezembro, no Centro Artesanal do município.
Ao final do projeto, que conta com o patrocínio do Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) Augusto dos Anjos, do Governo do Estado da Paraíba, as alunas terão produzido 100 (cem) peças, das quais 10 (dez) serão distribuídas ao grupo da terceira idade do município de Alagoa Nova, 05 (cinco) serão entregues ao FIC Augusto dos Anjos e as 85 (oitenta e cinco) restantes ficarão para exposição de artesanato na cidade.
Mais informações pelos telefones (83) 98119-9500, (83) 98876.4457 ou no site do projeto www.ateliemaosunidas.com.br.

CRONOGRAMA DAS OFICINAS

Dia 03 /10: Bordado livre
Dia 10 /10: Bordado livre
Dia 17/10: Ponto cruz
Dia 24/10: Corte e Costura e Bordado Rococó
Dia 31 /10: Bordado Rococó
Dia 07 /11: Bordado Rococó
Dia 14 /11: Corte e Costura e Bordado Vagonite
Dia 21 /11: Bordado Livre