Ricardo para Cássio: “não dou dinheiro a vagabundo”

“Passei o meu primeiro mandato inteiro com esse senador desesperado para pagar faturas que dizia ser de Olavinho. Talvez por isso, na pre-campanha, além da vaga de vice, da defesa de um legado de uma gestão inoperante, como foi a dele, queria algo “não republicano”, no dizer de um dos interlocutores. Como eu queria desmascará-lo, não teve nenhuma dessas coisas. Repito: a PB sabe que não dou dinheiro a político algum, principalmente a vagabundo. Tenho mais coisas a fazer. Diferentemente dele, fui eleito para trabalhar”.

“Passei o meu primeiro mandato inteiro com esse senador desesperado para pagar faturas que dizia ser de Olavinho. Talvez por isso, na pre-campanha, além da vaga de vice, da defesa de um legado de uma gestão inoperante, como foi a dele, queria algo “não republicano”, no dizer de um dos interlocutores. Como eu queria desmascará-lo, não teve nenhuma dessas coisas. Repito: a PB sabe que não dou dinheiro a político algum, principalmente a vagabundo. Tenho mais coisas a fazer. Diferentemente dele, fui eleito para trabalhar”.