Ex-UFC Lavar Johnson é preso após ser acusado de espancar a namorada

UFCEm mais um caso de violência doméstica envolvendo um lutador de MMA, o peso-pesado Lavar Johnson, ex-UFC, Bellator e Strikeforce, está preso há dois meses na Califórnia por agressões à sua namorada. O lutador, que não atua desde 2014, teria agredido-a seguidamente, e só parado ao ver que ela sangrava abundantemente. Segundo o site “TMZ”, Johnson teria arremessado a mulher na parede, dado joelhadas em sua cabeça e aplicado 11 socos no seu rosto. Johnson alega inocência, mas segue detido pela polícia da cidade de Fresno, com fiança estipulada em US$ 175 mil (cerca de R$ 683 mil).

Além das acusações de agressão contra a namorada, Lavar Johnson também é acusado de coação física contra uma testemunha, que inicialmente teria desistido de se apresentar à polícia após ser ameaçada. Caso seja condenado, a pena mínima que o lutador receberá pelas acusações é de 10 anos e oito meses de detenção.

Aos 38 anos de idade, com 1,93m e pesando 118kg e com 28 lutas profissionais em seu cartel – quatro delas pelo UFC – Johnson foi demitido da organização após ser flagrado em um exame antidoping no início de 2013. Contratado pelo Bellator, Johnson fez quatro lutas, sendo derrotado em três delas. Segundo o site “MMA Junkie”, Lavar Johnson teria sido demitido do Bellator após perder para Cheick Kongo no último ano, e não fez mais nenhuma luta desde então.
Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial