Diretoria vai analisar situação de Doriva, mas deve manter o treinador

Por enquanto, não há sinalização de mudança na comissão técnica do São Paulo. Doriva trabalha no clube há apenas 21 dias, os resultados são ruins (uma vitória, um empate e três derrotas em cinco jogos), mas a diretoria ainda analisa se a melhor alternativa é trocar o treinador. Principalmente porque não há bons nomes no mercado. A solução neste momento seria apostar novamente em Milton Cruz nas últimas seis rodadas do Campeonato Brasileiro para contratar com calma um técnico, que seria o responsável pela ampla reformulação que ocorrerá para a próxima temporada.
O vice-presidente de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, diz que a ideia é continuar tudo como está até o final do ano. É fato que Doriva perdeu força no clube após as saídas do ex-presidente, Carlos Miguel Aidar, que renunciou no último dia 13, e de José Eduardo Chimello, ex-gerente de futebol, que foi um dos responsáveis pela sua contratação. Mas Ataíde acredita que a troca agora traria ainda mais dificuldades para um time que segue na briga por uma vaga na Taça Libertadores de 2016.
O que pode mudar a situação é a partida do próximo sábado, contra o Sport, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O São Paulo ocupa a quinta colocação na tabela, com os mesmos 50 pontos do Santos, que é o quarto na tabela e leva vantagem por ter melhor saldo de gols. Restam três jogos em casa e três jogos fora para a equipe.
Como Santos e Palmeiras brigam pelo título da Copa do Brasil, é grande a chance do G-4 do nacional virar G-5. Por isso, o confronto do final de semana diante de um rival direto na briga pela vaga é importantíssimo. Se a equipe não ganhar, a pressão vai aumentar e muito em cima de Doriva, que também não é visto com simpatia pelo torcedor são-paulino.
Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial