Preso fica com pênis podre após cirurgia para aumentar tamanho do órgão

podreUm preso que sonhava em aumentar o tamanho de seu pênis acabou ficando com o membro podre depois de se submeter a uma cirurgia com a ajuda de outro detento.
Alexandar Djelic, de 46 anos, estava servindo sete anos de prisão por roubo quando conheceu um colega detento que disse ser um cirurgião plástico.
Alexandar, da Sérvia, comentou: “Ele me disse que eu poderia injetar vaselina em meu membro e isso o deixaria muito maior.”
Outro detento contrabandeou alguns equipamentos médicos para a prisão em 2010, e durante um período de quatro dias, Alexandar começou a bombear a vaselina em suas partes íntimas.
Ele disse: “No quarto dia após a injeção de um total de 80 gramas, a dor começou. Minhas genitais incharam e eu estava com uma dor terrível. Eu fui levado para o hospital da prisão e mais tarde transferido para a Clínica de Urologia em Sremska Mitrovica, e depois para Belgrado (Sérvia). O inchaço era tão ruim que os médicos tiveram que cortar uma parte exterior do meu pênis para que eu pudesse urinar”.
Alexandar passou por diversas operações para tentar reparar os danos, mas sem sucesso.
Ele concluiu dizendo: “Meus órgãos genitais estão literalmente apodrecendo. Meu corpo está caindo aos pedaços, minha mulher me deixou porque ela não podia ver esse horror, e ninguém pode me ajudar”.
Gadoo

podreUm preso que sonhava em aumentar o tamanho de seu pênis acabou ficando com o membro podre depois de se submeter a uma cirurgia com a ajuda de outro detento.
Alexandar Djelic, de 46 anos, estava servindo sete anos de prisão por roubo quando conheceu um colega detento que disse ser um cirurgião plástico.
Alexandar, da Sérvia, comentou: “Ele me disse que eu poderia injetar vaselina em meu membro e isso o deixaria muito maior.”
Outro detento contrabandeou alguns equipamentos médicos para a prisão em 2010, e durante um período de quatro dias, Alexandar começou a bombear a vaselina em suas partes íntimas.
Ele disse: “No quarto dia após a injeção de um total de 80 gramas, a dor começou. Minhas genitais incharam e eu estava com uma dor terrível. Eu fui levado para o hospital da prisão e mais tarde transferido para a Clínica de Urologia em Sremska Mitrovica, e depois para Belgrado (Sérvia). O inchaço era tão ruim que os médicos tiveram que cortar uma parte exterior do meu pênis para que eu pudesse urinar”.
Alexandar passou por diversas operações para tentar reparar os danos, mas sem sucesso.
Ele concluiu dizendo: “Meus órgãos genitais estão literalmente apodrecendo. Meu corpo está caindo aos pedaços, minha mulher me deixou porque ela não podia ver esse horror, e ninguém pode me ajudar”.
Gadoo