São Paulo demite Doriva e manterá Milton Cruz até fim do Brasileirão

O São Paulo demitiu o técnico Doriva nesta segunda-feira, um dia depois da derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, domingo, no Mineirão. O clube confirmou a saída em sua conta no Twitter. O auxiliar Milton Cruz assumirá a equipe até o fim do Brasileirão, atrás de uma vaga no G-4.
– O São Paulo FC comunica que Doriva deixa o comando técnico da equipe profissional – disse o breve comunicado do clube na rede social.
A demissão foi baseada em dois aspectos: busca por uma vaga na Taça Libertadores de 2016 e o planejamento da próxima temporada. Com Milton Cruz, o Tricolor imagina que pode subir na tabela do Brasileirão (é o quinto colocado), além de abrir definitivamente os planos do próximo ano. Na semana passada, Doriva admitiu não havia sido chamado para falar sobre contratações.
– O Gustavo (Vieira de Oliveira, diretor-executivo) me disse que queria criar um fato novo no São Paulo. E por isso fui demitido – disse Doriva, por meio da sua assessoria de imprensa.
Ainda segundo a assessoria de imprensa do treinador, ele estava em Itu e foi chamado nesta segunda-feira à tarde para a capital paulista, onde foi demitido em um encontro que durou apenas cinco minutos.
Doriva chegou ao São Paulo no dia 7 de outubro, em substituição a Juan Carlos Osorio, sob tutela do ex-presidente Carlos Miguel Aidar e do ex-gerente José Eduardo Chimello. Na sequência, no dia 13, o antigo mandatário renunciou sob denúncias de corrupção e foi substituído por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. O contrato do treinador era válido até o fim de 2016.
Em sete jogos, Doriva obteve duas vitórias (Sport e Coritiba), um empate (Vasco) e quatro derrotas (para Fluminense, duas vezes para o Santos e Cruzeiro) – aproveitamento de 33,3%.
globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial