Pezão é nocauteado por Mark Hunt

Dois anos depois de uma memorável luta, Antonio Pezão e Mark Hunt voltaram a se enfrentar no UFC. Dessa vez, no entanto, não teve empate e o neozelandês foi quem teve sua mão levantada. Diferentemente do primeiro combate, o deste sábado, no UFC 193, na Austrália, durou menos de um round, com Hunt vencendo por nocaute técnico.

O combate começou estudado, mas sempre com Mark Hunt tomando as ações. Faltando pouco mais de um minuto para o término do primeiro round, o neozelandês acertou um cruzado na têmpora do brasileiro, que desabou e virou alvo fácil para mais uma sequência de golpes do neozelandês. O árbitro foi obrigado a interromper a luta e dar a vitória a Mark Hunt.

O resultado complica a vida do brasileiro na organização. Isso porque em suas últimas seis lutas, ele venceu apenas o australiano Soa Palelei. Já Mark Hunt coloca fim em uma incômoda série de duas derrotas consecutivas.

Em dezembro de 2013, Antonio Pezão e Mark Hunt fizeram um combate equilibradíssimo, considerado por Dana White um dos mais “loucos” da história dos pesos pesados. O duelo foi considerado empatado pelos juízes, principal motivo para que os dois se encontrassem mais uma vez no octógono.

“HOMEM AMBULÂNCIA” ACEITA LUTA ÀS PRESSAS, MAS ACABA DERROTADO

Sensação do TUF 17 por causa de seus nocautes, Uriah Hall ainda sofre para encaixar uma boa sequência de vitórias no UFC. Aceitando voltar ao octógono menos de dois meses após vencer Gegard Mousasi para substituir Michael Bisping, o “Homem Ambulância” sofreu para encaixar seu jogo contra Robert Whittaker e acabou derrotado por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 29-28).

Desde o início, Hall não teve vida fácil no combate. Whittaker tomou a iniciativa da luta com bons socos e, próximo ao final do round, se posicionou nas costas do jamaicano, fazendo com o que o adversário se esforçasse para evitar o estrangulamento.

Já o segundo round teve início com uma polêmica. Whittaker acertou um soco de punho fechado no olho de Hall, mas mesmo assim o árbitro cedeu um tempo para o jamaicano se recuperar, como se o golpe tivesse sido uma dedada. Na continuação do assalto, os dois lutadores diminuíram o ritmo do combate e começaram a se estudar mais.

No assalto final, Hall precisava ir para frente para tentar evitar a derrota, mas o que se viu foi um quase nocaute de Whittaker. O neozelandês acertou novamente o olho do adversário com soco, que sentiu e ficou preso à grade. Para evitar uma sequência de golpes, o jamaicano conseguiu travar os braços do adversário e se manter combate até o soar do gongo.

Enquanto Hall encerra sua sequência de duas vitórias, Whittaker começa a chamar a atenção da categoria dos médios. Essa é o terceiro triunfo consecutivo do neozelandês desde que subiu de divisão.

ALGOZ DE MINOTAURO ABRE CARD PRINCIPAL COM DERROTA
Responsável por vencer Rodrigo Minotauro na última luta da lenda brasileira no MMA, no UFC 190, Stefan Struve enfrentou o norte-americano Jared Rosholt, no primeiro combate do card principal do UFC 193. O holandês foi derrotado por decisão unânime: triplo 29-28.

Durante os dois primeiros rounds, Struve voltou a mostrar dificuldades em defender quedas. No chão, o holandês conseguiu impedir os avanços do adversário e fez uso de suas longas pernas para mantê-lo distante por quase todo o assalto.

Precisando de um nocaute para evitar a derrota, Struve partiu para cima no último round e chegou a encaixar bons socos em Rosholt. Mas a dificuldade em defender quedas voltou a ser um problema no minuto final para o holandês. Com isso, o norte-americano passou a administrar a vantagem e esperar o gongo soar para ser decretado o vencedor.

CONFIRA TODOS OS RESULTADOS DO UFC 193:

Card Principal

Holly Holm nocauteou Ronda Rousey aos 59s do R2

Joanna Jedrzejczyk derrotou Valerie Letourneau na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 50-45)

Mark Hunt derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico aos 3m41s do R1

Robert Whittaker derrotou Uriah Hall por decisão unânime dos jurados (30 a 27, 29 a 28, 30 a 27)

Jared Rosholt derrotou Stefan Struve por decisão unânime dos jurados (triplo 29 a 28)

CARD PRELIMINAR
Jake Matthews derrotou Akbarh Arreola por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5m do R2

Kyle Noke nocauteou Peter Sobotta aos 2m01s do R1

Gian Villante nocauteou Anthony Perosh aos 2m56s do R1

Danny Martinez derrotou Richie Vaculik na decisão unânime dos jurados (triplo 30 a 27)

Daniel Kelly derrotou Steve Montgomery na decisão unânime dos jurados (triplo 29 a 28)

Richard Walsh derrotou Steven Kennedy na decisão unânime dos jurados (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)

James Moontasri derrotou Anton Zafir por nocaute técnico aos 4m36s do R1

Ben Nguyen finalizou Ryan Benoit com um mata-leão aos 2m35s do R1

UOL

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial