Bicicleta, erro inacreditável e goleada: Mundialito terá Barça e Vasco na final

catarinoEm uma semifinal, placar equilibrado e uma série de lances de efeito. No outro, gols sem tanto brilho, mas suficientes para levantar a torcida cruzmaltina. Com vitórias sobre Al Ahli, dos Emirados Árabes, e Fluminense, respectivamente, Barcelona e Vasco selaram na manhã deste sábado a classificação para a final do Mundialito de Clubes de Futebol de Areia.
Com direito a golaços a favor e muita sorte ao ver Majder perder um gol feito nos segundos finais, o Barça comemorou o placar de 3 a 2. O time de São Januário largou na frente, permitiu o empate, mas deslanchou no fim para vencer por 5 a 2.
A decisão do Mundialito será às 15h10 (horário de Brasília), em arena montada na Praia da Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e terá transmissão ao vivo do SporTV3 para todo o país. O assinante do Canal Campeão ainda poderá acompanhar a disputa no SporTV Play.

BICICLETA E GOL PERDIDO NO FIM DEFINEM VITÓRIA DO BARÇA
A partida entre Barcelona e Al Ahli começou morna. Quando uma das duas equipes conseguia finalizar, os goleiros davam conta de manter o placar estático. Quando finalmente o marcador foi inaugurado, a torcida não teve do que se queixar. Llorenç bateu de voleio ao receber o lançamento de Dona. Seria o primeiro de uma série de golaços.
No prejuízo, o Al Ahli se mandou para o ataque. Após cobrança de escanteio, Jordan fugiu bem da marcação por zona e empatou, também com voleio. A virada veio em bola parada. O brasileiro Rodrigo cobrou com perfeição no canto esquerdo de Dona, assumindo a vice-artilharia da competição com seis gols.
Em substituição estratégica, o Barcelona trocou Dona por Jo no gol. Habilidoso com os pés, Jo avançou rumo ao meio de campo fazendo embaixadinhas e arriscou de longe para empatar o jogo no minuto final do tempo regulamentar.
Na prorrogação, Lhorenç se antecipou à marcação e colocou o time espanhol à frente com uma belíssima bicicleta (3 a 2). A 15 segundos do fim, Madjer teve a chance perfeita para igualar mas, mesmo sem goleiro, bateu por cima do gol. Uma falha inacreditável e que selou a ida do Barça para a final e do Al Ahli para a disputa do terceiro lugar.

BOKINHA E RAFINHA COMANDAM GOLEADA DO VASCO
O primeiro período foi todo do Basco. A 3m36s do fim o Cruzmaltino partiu no contra-ataque para Boquinha arriscas. O goleiro Rafael fez a defesa incompleta e foi buscar a bola dentro do gol. Em saída de bola de Cesinha, Rafinha desviou o chute com a cabeça e ampliou a vantagem: 2 a 0.
Quando a situação parecia tranquila para o time da Colina, o Fluminense acordou. Daniel Zidane Descontou em chute cruzado, e Filipi, em cobrança de falta de longe, contou com a sorte. A bola bateu na areia e quicou alto, encobrindo Cesinha e empatando a partida em 2 a 2.
No terceiro e último período, o Vasco acordou. A retomada começou em boa jogada de Igor, que bateu cruzado e contou com ajuda de Bokinha, encobrindo a visão do goleiro Rafael. O próprio Bokinha marcou o quarto do Cruzmaltino, e Rafinha finalizou a goleada: 5 a 2.

Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial