Matrículas de novos alunos na rede municipal começam em 11 de janeiro

matriculaA rede municipal de Educação de Campina Grande iniciará no próximo dia 11 de janeiro o período para matrículas de novos alunos para o ano letivo 2016. O prazo vai até 29 de janeiro, com a oferta de mais quatro mil vagas. A matrícula deverá ser realizada diretamente na secretaria da escola onde o aluno pretende estudar, com a apresentação da documentação exigida.

O prazo vale apenas para os alunos novatos, já que os veteranos realizaram a confirmação da renovação da matrícula no decorrer desse mês de dezembro. Estão sendo ofertadas vagas para a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ao todo, a rede municipal de Educação atende, atualmente, cerca de 30 mil alunos em 119 escolas e 35 creches.

No ato da matrícula deverão ser apresentados os seguintes documentos: cópia da certidão de nascimento ou casamento, atestado ou carteira de vacinação atualizada, duas fotografias 3X4, cópia do comprovante de residência, transferência ou declaração emitida pela escola de origem, cartão do SUS, cartão do Programa Bolsa Família, número do NIS (Número de Identificação Social) da criança de 0 até 48 meses e RG e CPF do educando.

Em alguns casos será necessária a apresentação da cópia do comprovante de guarda ou tutela. A matrícula e a apresentação dos documentos deverão ser feitas pelos pais ou responsáveis pela criança ou adolescente, ou então pelo próprio estudante, nos casos de matrículas para Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A falta de documentação não impedirá a matrícula, devendo a escola orientar o aluno a obtê-la, no prazo máximo de 30 dias, para a consolidação do processo. Caso o aluno não possua documentação que comprove a escolaridade, a escola deverá fazer o encaminhamento, junto à Inspetoria de Ensino (ITE), para obtenção de autorização, a fim de avaliar o grau de desenvolvimento cognitivo do educando e matriculá-lo no ano adequado, conforme determina a legislação.

A oferta de vagas na rede municipal de Educação é feita de acordo com a capacidade de atendimento de cada unidade, bem como com os parâmetros adequados para cada ano e modalidade de ensino.

matriculaA rede municipal de Educação de Campina Grande iniciará no próximo dia 11 de janeiro o período para matrículas de novos alunos para o ano letivo 2016. O prazo vai até 29 de janeiro, com a oferta de mais quatro mil vagas. A matrícula deverá ser realizada diretamente na secretaria da escola onde o aluno pretende estudar, com a apresentação da documentação exigida.

O prazo vale apenas para os alunos novatos, já que os veteranos realizaram a confirmação da renovação da matrícula no decorrer desse mês de dezembro. Estão sendo ofertadas vagas para a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ao todo, a rede municipal de Educação atende, atualmente, cerca de 30 mil alunos em 119 escolas e 35 creches.

No ato da matrícula deverão ser apresentados os seguintes documentos: cópia da certidão de nascimento ou casamento, atestado ou carteira de vacinação atualizada, duas fotografias 3X4, cópia do comprovante de residência, transferência ou declaração emitida pela escola de origem, cartão do SUS, cartão do Programa Bolsa Família, número do NIS (Número de Identificação Social) da criança de 0 até 48 meses e RG e CPF do educando.

Em alguns casos será necessária a apresentação da cópia do comprovante de guarda ou tutela. A matrícula e a apresentação dos documentos deverão ser feitas pelos pais ou responsáveis pela criança ou adolescente, ou então pelo próprio estudante, nos casos de matrículas para Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A falta de documentação não impedirá a matrícula, devendo a escola orientar o aluno a obtê-la, no prazo máximo de 30 dias, para a consolidação do processo. Caso o aluno não possua documentação que comprove a escolaridade, a escola deverá fazer o encaminhamento, junto à Inspetoria de Ensino (ITE), para obtenção de autorização, a fim de avaliar o grau de desenvolvimento cognitivo do educando e matriculá-lo no ano adequado, conforme determina a legislação.

A oferta de vagas na rede municipal de Educação é feita de acordo com a capacidade de atendimento de cada unidade, bem como com os parâmetros adequados para cada ano e modalidade de ensino.