‘Maior safira azul estrela do mundo’ é encontrada no Sri Lanka

safiraGemólogos do Sri Lanka afirmam que a maior safira azul do mundo foi descoberta em uma mina do país. O instituto de gemologia da capital, Colombo, certificou que a pedra preciosa pesa 1.404,49 quilates (280,8 gramas), e informou nunca terem certificado a autenticidade de uma gema maior que esta.
O valor da gema é estimado em US$ 100 milhões (cerca de R$ 400 milhões) e o atual dono estima que possa vendê-la em leilão por até US$ 175 milhões (cerca de R$ 700 milhões).
A indústria de pedras preciosas do Sri Lanka, que tem na safira seu principal item de exportação, movimenta pelo menos US$ 103 milhões por ano. As safiras azuis recebem essa denominação por causa da marca característica no centro das pedras.
“No momento que a vi, decidi comprá-la”, afirmou o atual dono da safira, que prefere ficar no anonimato, ao programa Newsday, do Serviço Mundial da BBC. “Quando me apresentaram a pedra, suspeitei que poderia ser a maior safira azul do mundo. Então resolvi arriscar e comprá-la.”
O proprietário afirmou que o valor que pagou pela gema é “absolutamente confidencial”. A safira detentora do recorde anterior pesava 1.395 carats (279 gramas). A pedra foi retirada na cidade de Ratnapura, no sul do Sri Lanka, conhecida como “Cidade das Gemas”.
O dono batizou a pedra de Estrela de Adão, em referência à crença muçulmana de que Adão tenha chegado ao Sri Lanka após ter sido expulso do Jardim do Éden. Acredita-se que o personagem, considerado o primeiro profeta na tradição islâmica e em vertentes do cristianismo, tenha vivido nas encostas de uma montanha conhecida hoje como Pico de Adão.
O dono da Estrela de Adão disse ter comprado a peça imaginando que “não era apenas uma joia, mas um objeto para exposição”. Armil Samoon, um conhecido comerciante de joias e pedras preciosas no Sri Lanka, confirmou que se trata, de fato, da maior safira azul do mundo.
A existência de uma rocha de 17 kg contendo safiras foi revelada em 2013, mas o peso e dimensão das gemas em seu interior ainda não são conhecidos.
A associação de gemas e joias do Sri Lanka informou em 2011 que o anel de noivado de Catherine Middleton, a duquesa de Cambridge, mulher do príncipe William, da Inglaterra, inclui uma safira localizada no país nos anos 1970. O anel previamente foi usado pela princesa Diana (1961-1997), mãe de William.
G1

safiraGemólogos do Sri Lanka afirmam que a maior safira azul do mundo foi descoberta em uma mina do país. O instituto de gemologia da capital, Colombo, certificou que a pedra preciosa pesa 1.404,49 quilates (280,8 gramas), e informou nunca terem certificado a autenticidade de uma gema maior que esta.
O valor da gema é estimado em US$ 100 milhões (cerca de R$ 400 milhões) e o atual dono estima que possa vendê-la em leilão por até US$ 175 milhões (cerca de R$ 700 milhões).
A indústria de pedras preciosas do Sri Lanka, que tem na safira seu principal item de exportação, movimenta pelo menos US$ 103 milhões por ano. As safiras azuis recebem essa denominação por causa da marca característica no centro das pedras.
“No momento que a vi, decidi comprá-la”, afirmou o atual dono da safira, que prefere ficar no anonimato, ao programa Newsday, do Serviço Mundial da BBC. “Quando me apresentaram a pedra, suspeitei que poderia ser a maior safira azul do mundo. Então resolvi arriscar e comprá-la.”
O proprietário afirmou que o valor que pagou pela gema é “absolutamente confidencial”. A safira detentora do recorde anterior pesava 1.395 carats (279 gramas). A pedra foi retirada na cidade de Ratnapura, no sul do Sri Lanka, conhecida como “Cidade das Gemas”.
O dono batizou a pedra de Estrela de Adão, em referência à crença muçulmana de que Adão tenha chegado ao Sri Lanka após ter sido expulso do Jardim do Éden. Acredita-se que o personagem, considerado o primeiro profeta na tradição islâmica e em vertentes do cristianismo, tenha vivido nas encostas de uma montanha conhecida hoje como Pico de Adão.
O dono da Estrela de Adão disse ter comprado a peça imaginando que “não era apenas uma joia, mas um objeto para exposição”. Armil Samoon, um conhecido comerciante de joias e pedras preciosas no Sri Lanka, confirmou que se trata, de fato, da maior safira azul do mundo.
A existência de uma rocha de 17 kg contendo safiras foi revelada em 2013, mas o peso e dimensão das gemas em seu interior ainda não são conhecidos.
A associação de gemas e joias do Sri Lanka informou em 2011 que o anel de noivado de Catherine Middleton, a duquesa de Cambridge, mulher do príncipe William, da Inglaterra, inclui uma safira localizada no país nos anos 1970. O anel previamente foi usado pela princesa Diana (1961-1997), mãe de William.
G1