Cruzeiro confirma o afastamento de Benecy Queiroz e anuncia substituto

O Cruzeiro anunciou, na tarde desta sexta-feira, o afastamento do supervisor de futebol, Benecy Queiroz. Em comunicado publicado na página oficial do clube, é informado que o dirigente irá se afastar por tempo indeterminado do cargo para tratamento médico. A nota ainda informa que durante o período de afastamento de Benecy, o cargo será ocupado interinamente por Edson Travasssos, que até então era ouvidor e responsável pela segurança geral do Cruzeiro.
No começo desta semana, o ex-supervisor do clube se envolveu em uma polêmica, por causa de uma declaração à Rede Minas. O supervisor admitiu que ofereceu dinheiro a um árbitro, que iria apitar uma partida do Cruzeiro. Segundo ele, o juiz descumpriu o combinado, não favorecendo o time. Ele não citou o ano em que o fato ocorreu, apenas fez referências que o técnico Ênio Andrade e o goleiro Vítor estavam em campo. Os dois, porém, não trabalharam juntos no Cruzeiro. Ênio Andrade foi treinador do time, pela primeira vez, em 1989. Vitor fez a última partida pela equipe celeste em 1984.
Dois dias depois da polêmica, Benecy se pronunciou sobre o fato na Toca da Raposa, sem direito a perguntas dos jornalistas, e disse ter inventado o caso de mala preta. Benecy afirmou que o episódio foi uma “brincadeira” e que por isso usou personagens de épocas diferente. Além disso, ele informou que iria se afastar do cargo, mas não afirmou quando isso iria ocorrer na ocasião.
Entretanto, a explicação dada pelo ex-supervisor não convenceu o STJD, nem o Ministério Público de Minas Gerais. A declaração o colocou na mira da Procuradoria, que afirmou que irá convocá-lo para prestar esclarecimento. O dirigente pode ser até banido do futebol. O promotor de Justiça Fernando Ferreira Abreu, do Ministério Público de Minas Gerais, também pretende instaurar procedimento para apurar o caso, que pode resultar em um inquérito civil público contra o profissional. Segundo a assessoria do MPMG, a primeira medida será solicitar informações para o clube.

Currículo
Benecy Queiroz trabalha no Cruzeiro desde a década de 1970. Um dos funcionários mais antigos do clube, ele acumula no currículo várias funções dentro do time celeste. Chegou a treinar o Cruzeiro em algumas partidas. Atualmente, atua nas questões burocráticas envolvendo o departamento de futebol profissional do clube.
Benecy Queiroz já havia chamado atenção por outras declarações. No mês passado, o supervisor se antecipou e confirmou Deivid como novo treinador do time. A decisão, porém, demorou alguns dias para ser oficializada pela diretoria do Cruzeiro, causando mal-estar na cúpula do clube. Em outro episódio, Benecy deixou vazar a lista de inscritos para a Libertadores, sem o nome de Júlio Baptista, antes do anúncio formal. No início de 2015, ele deu como certa a saída do lateral Egídio, que estava se transferindo para o Dnipro, da Ucrânia. O negócio, porém, ainda não estava concretizado e foi negado pelo presidente celeste. Pouco tempo depois, a transação se confirmou, e Egídio deixou o Cruzeiro.
Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial