Viaduto do Geisel: 50% dos serviços já estão concluídos

viadutoCinquenta por cento das obras do Viaduto Governador Eduardo Campos, no bairro do Geisel, em João Pessoa, já estão concluídos. Quem passar pelas redondezas pode observar o equipamento erguido na BR-230 e a terraplenagem de duas das quatro alças do equipamento prontas. O investimento total obra é de R$ 38 milhões, fruto da parceria entre os governos Estadual e Federal. O empreendimento vai solucionar problemas na circulação de veículos nas zonas Sul e Sudeste da Capital.
O engenheiro e fiscal da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Paulo Serrano, falou sobre o andamento dos trabalhos. “No momento, a obra está em um ritmo normal de execução. Entre os serviços já realizados podemos destacar a execução de toda a fundação e da estrutura de concreto armado do viaduto”, afirmou.
De acordo com informações da Suplan, entre os serviços preliminares realizados para a construção do viaduto destaca-se a instalação de 2,2 Km de rede de drenagem, além de mais de 103 mil m3 de terraplenagem e pavimentação, incluindo aterro, sub-base e base. Com relação à pavimentação asfáltica, já foram executados 23.817 m2 de imprimação, com a aplicação de três mil toneladas de asfalto.
Próximos passos – Neste início deste ano, as atividades estão concentradas nos serviços de contenção em terra armada. Também faz parte desta fase a conclusão da pavimentação nos eixos 10, 11 e 8.
O Eixo 10 corresponde ao trecho da via local, em frente à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e Energisa. Já o Eixo 11 fica em frente à fábrica Brastex. Enquanto isso, o Eixo 8 está localizado abaixo do viaduto e na entrada do Geisel, esquina com a Central de Polícia. Para que possa ser feita a interdição da BR-230, possibilitando novas frentes de serviço, será necessário ainda que todo o tráfego da rodovia passe por desvios.
Infraestrutura – Depois de pronta, a obra terá 1,75 km de extensão. A intervenção vai solucionar os problemas de circulação de veículos na interseção da BR-230, atendendo aos bairros das zonas Sul e Sudeste da Capital paraibana. O viaduto está sendo edificado em concreto armado, com quatro alças e trevo. O projeto foi aprovado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Brasília.
Mão de obra – A construção do viaduto do Geisel conta com cerca de 100 operários, que trabalham diariamente. Os serviços consistem na adequação das interseções para a transposição da BR-230 e seus respectivos sistemas viários de acesso.
Mais ações de mobilidade urbana – O Governo do Estado já realizou outras obras de mobilidade urbana na Região Metropolitana de João Pessoa. Entre elas, destaque para o Trevo das Mangabeiras, entregue em agosto de 2015, como parte das comemorações de aniversário da Capital paraibana. Foi feita ainda a instalação de duas passarelas na BR-230, beneficiando a comunidade de Boa Esperança e Renascer, e o binário de Bayeux, também em operação.

viadutoCinquenta por cento das obras do Viaduto Governador Eduardo Campos, no bairro do Geisel, em João Pessoa, já estão concluídos. Quem passar pelas redondezas pode observar o equipamento erguido na BR-230 e a terraplenagem de duas das quatro alças do equipamento prontas. O investimento total obra é de R$ 38 milhões, fruto da parceria entre os governos Estadual e Federal. O empreendimento vai solucionar problemas na circulação de veículos nas zonas Sul e Sudeste da Capital.
O engenheiro e fiscal da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Paulo Serrano, falou sobre o andamento dos trabalhos. “No momento, a obra está em um ritmo normal de execução. Entre os serviços já realizados podemos destacar a execução de toda a fundação e da estrutura de concreto armado do viaduto”, afirmou.
De acordo com informações da Suplan, entre os serviços preliminares realizados para a construção do viaduto destaca-se a instalação de 2,2 Km de rede de drenagem, além de mais de 103 mil m3 de terraplenagem e pavimentação, incluindo aterro, sub-base e base. Com relação à pavimentação asfáltica, já foram executados 23.817 m2 de imprimação, com a aplicação de três mil toneladas de asfalto.
Próximos passos – Neste início deste ano, as atividades estão concentradas nos serviços de contenção em terra armada. Também faz parte desta fase a conclusão da pavimentação nos eixos 10, 11 e 8.
O Eixo 10 corresponde ao trecho da via local, em frente à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e Energisa. Já o Eixo 11 fica em frente à fábrica Brastex. Enquanto isso, o Eixo 8 está localizado abaixo do viaduto e na entrada do Geisel, esquina com a Central de Polícia. Para que possa ser feita a interdição da BR-230, possibilitando novas frentes de serviço, será necessário ainda que todo o tráfego da rodovia passe por desvios.
Infraestrutura – Depois de pronta, a obra terá 1,75 km de extensão. A intervenção vai solucionar os problemas de circulação de veículos na interseção da BR-230, atendendo aos bairros das zonas Sul e Sudeste da Capital paraibana. O viaduto está sendo edificado em concreto armado, com quatro alças e trevo. O projeto foi aprovado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Brasília.
Mão de obra – A construção do viaduto do Geisel conta com cerca de 100 operários, que trabalham diariamente. Os serviços consistem na adequação das interseções para a transposição da BR-230 e seus respectivos sistemas viários de acesso.
Mais ações de mobilidade urbana – O Governo do Estado já realizou outras obras de mobilidade urbana na Região Metropolitana de João Pessoa. Entre elas, destaque para o Trevo das Mangabeiras, entregue em agosto de 2015, como parte das comemorações de aniversário da Capital paraibana. Foi feita ainda a instalação de duas passarelas na BR-230, beneficiando a comunidade de Boa Esperança e Renascer, e o binário de Bayeux, também em operação.