Santos recusa proposta de R$ 48 mi do time de Luxemburgo por Geuvânio

O Santos recusou nesta segunda-feira uma proposta do Tianjin Quanjian, da China, pelo atacante Geuvânio. A informação foi confirmada pelo presidente Modesto Roma Júnior. O time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo ofereceu 11 milhões de euros (cerca de R$ 48 milhões), e o Peixe pediu 17 milhões de euros para liberar o jogador (R$ 75 milhões).
O Alvinegro tem apenas 35% dos direitos econômicos de Geuvânio e receberia cerca de R$ 16,8 milhões caso aceitasse a oferta que recebeu nesta segunda. Se a proposta de R$ 75 milhões chegar, o Santos ficará com R$ 48,75 milhões.
O Tianjin Quanjian ofereceu R$ 1 milhão de salários por mês para o atacante revelado na Vila Belmiro. Geuvânio gostou e aceitou se transferir para a China. Para que isso aconteça, porém, o Santos precisa liberá-lo. Modesto não pretende segurar o jogador e acredita que o time asiático aumentará a proposta.
O Doyen Sports, dono de 35% dos direitos econômicos do camisa 11, e seus empresários, que detém os outros 30%, já aceitaram os 11 milhões de euros. Eles, inclusive, topam diminuir um pouco suas fatias do valor que receberiam para que o Peixe libere Geuvânio. Os santistas, porém, não chegaram a um acordo com o Tianjin Quanjian.
Enquanto espera seu futuro ser decidido, Geuvânio faz um trabalho separado do restante do elenco na academia do CT Rei Pelé. Ele está com um incômodo na região do quadril e não tem participado das atividades em campo, mas deve ser liberado pelo departamento médico ainda nesta semana – caso não vá para a China.
Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial