Martelotte elogia vitória e valoriza concorrência interna no Santa Cruz

No amistoso contra o Flamengo, é justo dizer que o time reserva decidiu a vitória do Santa Cruz. No primeiro tempo, o placar foi 1 a 1. No segundo, com a equipe quase toda diferente, o Tricolor atuou melhor, marcou mais dois gols e consolidou o resultado (3 a 1, no final). Para o técnico Marcelo Martelotte, isso é positivo. Mostra a força do elenco coral – e obriga os titulares a suarem ainda mais.
– O principal aspecto desse amistoso é manter a competitividade dentro do grupo. A gente viu um empenho muito grande dos jogadores que entraram no segundo tempo. Isso foi muito positivo. E, por si só,vai estimular os jogadores que entrarem desde o início a produzirem ainda mais. A concorrência interna é importante.
Apesar de ter elogiado a atuação do Santa Cruz, o treinador viu o time abaixo tecnicamente no início do jogo. Para ele, no entanto, há um fator atenuante para a fraca atuação do começo: o calor de 31º C.
– É natural que aconteça isso. Em começo de temporada, existe muita oscilação dentro do jogo. Estava muito calor, isso faz com que o jogador entre se poupando. A partir da parada técnica, a gente pediu mais intensidade, o que acabou acontecendo.
O jogo contra o Flamengo foi o primeiro amistoso do Santa Cruz na temporada. E, para Martelotte, foi mais proveitoso do que os testes anteriores da Cobra Coral.
– Fico satisfeito de poder colocar praticamente duas equipes em campo. E as observações, em jogo como esse, podem ser feito com mais competência, porque o adversário tem qualidade exige bastante.Entendo que um jogo como esse é importante nesse sentido. De um modo geral, a equipe respondeu bem.
Globoesporte

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial