Belo e Raposa empatam em 0 a 0, Esporte e Auto ficam no 1 a 1 e Atlético vence o Santa por 1 a 0

Rodada bastante movimentada neste domingo (20) pelo Campeonato Paraibano. Em João Pessoa, Botafogo-PB e Campinense protagonizaram um clássico nervoso, com polêmica em gol anulado, confusão em campo e quatro expulsos. A partida acabou terminando sem gols.
Em Cajazeiras, no Sertão, o Atlético venceu o Santa Cruz por 1 a 0, primeira vitória da equipe sertaneja na competição. Em Patos, também no Sertão, o Esporte, mesmo jogando em casa, teve que correr para conseguir empatar em 1 a 1 com o Auto Esporte, em duelo em que dois atletas também foram expulsos..

Botafogo-PB 0 x 0 Campinense

O jogo começou movimentado no Almeidão. As duas equipes tentavam chegar com perigo. O Belo era melhor, mas sofreu uma baixa logo aos 12 minutos. Pedro Castro tem uma torção no joelho em uma dividida e sai de maca, sendo substituído por Marcinho.
Aos 25 minutos, o Belo teve um gol anulado. Plínio colocou dentro do gol, saiu comemorando, mas o auxiliar acusou falta de ataque. Com a decisão, houve confusão em campo. O Belo disse que o gol foi mal anulado, mas o árbitro ignorou as reclamações.

Com o fim do primeiro tempo, dirigentes e jogadores do Belo foram para cima do árbitro. Nesse momento, o goleiro Gledson, da Raposa, provocou os botafoguenses e o tempo fechou. Muita confusão no gramado. O árbitro Pablo Alves expulsou o goleiro do rubro-negro e Müller Fernandes, do Belo.

Antes da segunda etapa, o árbitro reuniu os jogadores dos dois times antes da bola rolar, pedindo calma e informando que expulsaria direto em caso de nova confusão.
O goleiro Dida, reserva da Raposa, entrou em campo no lugar de Roger Gaúcho. O Belo seguiu melhor, atacando mais, mas a qualidade do jogo caiu muito. Os times abusavam dos passes errados.

Aos 19 minutos, conforme prometeu, o árbitro expulsou mais dois. Leandro Sobral, do Campinense, e Carlinhos, do Botafogo-PB, se estranharam e levaram o vermelho direto.

Com nove em cada time, o jogo seguiu ruim até o fim e o placar não foi mexido.

Atlético-PB 1 x 0 Santa Cruz

Jogando em casa, no estádio Perpetão, o Atlético de Cajazeiras venceu o Santa Cruz por 1 a 0 e quebrou um tabu, conquistando a sua primeira vitória no Campeonato Paraibano 2016. O triunfo, no entanto, não foi suficiente para retirar a equipe sertaneja da última colocação do Grupo B. Derrotado, o Santa também permaneceu na lanterna, no Grupo A.

A partida começou com pressão do Santa sobre o Atlético, que executava forte marcação. Após o primeiro terço da etapa preliminar, o Atlético passou a se articular melhor dentro de campo. Chulapa, atleta do Trovão, foi o autor das principais jogadas de perigo, tendo sido o autor do gol da vitória, aos 21 minutos. Em desvantagem, o Santa tentou se recuperar mas não obteve êxito.

No segundo tempo, o panorama do jogo se manteve o mesmo. No fim do jogo ocorreu uma confusão entre os times, O jogador Jean, do Atlético, acabou sendo levado para o hospital com suspeita de fratura no braço.

Esporte de Patos 1 x 1 Auto Esporte

Em partida realizada no estádio José Cavalcanti, em Patos, o Esporte, dono da casa, era mais atirado no começo do jogo, enquanto o Auto tentava equilibrar as ações ofensivas. Apesar do ímpeto da equipe mandante, os visitantes abriram o placar, logo aos 11 minutos. Buiu recebeu lançamento e precisou de duas chances para marcar. Na primeira, o goleiro Andrezon defendeu, mas acabou dando rebote, soltando a bola nos pés do próprio Buiu, que não desperdiçou.

No início do segundo tempo, aos dois minutos, André, do Esporte, foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Eduardo Rato partiu para a cobrança e empatou, deslocando o goleiro.

A partir de então, a partida foi ‘lá e cá’, com chances para os dois times. O placar, porém, ficou sem mais alterações. A segunda etapa foi marcada por duas expulsões. Pelo Auto, por reclamação, o zagueiro Tita foi colocado para fora mais cedo. Pelo Esporte, Vidal parou com falta o ataque do Auto e acabou punido com o cartão vermelho.
Portalcorrreio

Rodada bastante movimentada neste domingo (20) pelo Campeonato Paraibano. Em João Pessoa, Botafogo-PB e Campinense protagonizaram um clássico nervoso, com polêmica em gol anulado, confusão em campo e quatro expulsos. A partida acabou terminando sem gols.
Em Cajazeiras, no Sertão, o Atlético venceu o Santa Cruz por 1 a 0, primeira vitória da equipe sertaneja na competição. Em Patos, também no Sertão, o Esporte, mesmo jogando em casa, teve que correr para conseguir empatar em 1 a 1 com o Auto Esporte, em duelo em que dois atletas também foram expulsos..

Botafogo-PB 0 x 0 Campinense

O jogo começou movimentado no Almeidão. As duas equipes tentavam chegar com perigo. O Belo era melhor, mas sofreu uma baixa logo aos 12 minutos. Pedro Castro tem uma torção no joelho em uma dividida e sai de maca, sendo substituído por Marcinho.
Aos 25 minutos, o Belo teve um gol anulado. Plínio colocou dentro do gol, saiu comemorando, mas o auxiliar acusou falta de ataque. Com a decisão, houve confusão em campo. O Belo disse que o gol foi mal anulado, mas o árbitro ignorou as reclamações.

Com o fim do primeiro tempo, dirigentes e jogadores do Belo foram para cima do árbitro. Nesse momento, o goleiro Gledson, da Raposa, provocou os botafoguenses e o tempo fechou. Muita confusão no gramado. O árbitro Pablo Alves expulsou o goleiro do rubro-negro e Müller Fernandes, do Belo.

Antes da segunda etapa, o árbitro reuniu os jogadores dos dois times antes da bola rolar, pedindo calma e informando que expulsaria direto em caso de nova confusão.
O goleiro Dida, reserva da Raposa, entrou em campo no lugar de Roger Gaúcho. O Belo seguiu melhor, atacando mais, mas a qualidade do jogo caiu muito. Os times abusavam dos passes errados.

Aos 19 minutos, conforme prometeu, o árbitro expulsou mais dois. Leandro Sobral, do Campinense, e Carlinhos, do Botafogo-PB, se estranharam e levaram o vermelho direto.

Com nove em cada time, o jogo seguiu ruim até o fim e o placar não foi mexido.

Atlético-PB 1 x 0 Santa Cruz

Jogando em casa, no estádio Perpetão, o Atlético de Cajazeiras venceu o Santa Cruz por 1 a 0 e quebrou um tabu, conquistando a sua primeira vitória no Campeonato Paraibano 2016. O triunfo, no entanto, não foi suficiente para retirar a equipe sertaneja da última colocação do Grupo B. Derrotado, o Santa também permaneceu na lanterna, no Grupo A.

A partida começou com pressão do Santa sobre o Atlético, que executava forte marcação. Após o primeiro terço da etapa preliminar, o Atlético passou a se articular melhor dentro de campo. Chulapa, atleta do Trovão, foi o autor das principais jogadas de perigo, tendo sido o autor do gol da vitória, aos 21 minutos. Em desvantagem, o Santa tentou se recuperar mas não obteve êxito.

No segundo tempo, o panorama do jogo se manteve o mesmo. No fim do jogo ocorreu uma confusão entre os times, O jogador Jean, do Atlético, acabou sendo levado para o hospital com suspeita de fratura no braço.

Esporte de Patos 1 x 1 Auto Esporte

Em partida realizada no estádio José Cavalcanti, em Patos, o Esporte, dono da casa, era mais atirado no começo do jogo, enquanto o Auto tentava equilibrar as ações ofensivas. Apesar do ímpeto da equipe mandante, os visitantes abriram o placar, logo aos 11 minutos. Buiu recebeu lançamento e precisou de duas chances para marcar. Na primeira, o goleiro Andrezon defendeu, mas acabou dando rebote, soltando a bola nos pés do próprio Buiu, que não desperdiçou.

No início do segundo tempo, aos dois minutos, André, do Esporte, foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Eduardo Rato partiu para a cobrança e empatou, deslocando o goleiro.

A partir de então, a partida foi ‘lá e cá’, com chances para os dois times. O placar, porém, ficou sem mais alterações. A segunda etapa foi marcada por duas expulsões. Pelo Auto, por reclamação, o zagueiro Tita foi colocado para fora mais cedo. Pelo Esporte, Vidal parou com falta o ataque do Auto e acabou punido com o cartão vermelho.
Portalcorrreio