Mulher de 116 anos, considerada a mais velha do mundo, morre nos EUA

116Susannah Mushatt Jones, de 116 anos, morreu em Nova York, nos Estados Unidos, como informou a agência Reuters nesta sexta-feira (13). Ela era considerada a pessoa mais velha do mundo desde a morte de uma japonesa de 117 anos. Susannah, que nasceu em 1899, passou os últimos 30 anos em um asilo.
Ela se tornou a idosa mais velha do mundo após a morte da também americana Jeralean Talley, que vivia em Detroit, no ano passado. Talley morreu com a idade de 116 anos e 25 dias.
Susannah Mushatt Jones, conhecida como “Miss Susie” quase não escutava ou enxergava. “Sou velha”, disse à “NBC” quando foi entrevistada em abril de 2015, junto com sua sobrinha Lois Judge.
A idosa americana nasceu em uma família com dez irmãos, todos já falecidos, e se mudou há quase um século para Nova York, cidade na qual fixou residência, estudou bacharelado e chegou a trabalhar como babá.
Segundo sua sobrinha, “Miss Susie” teve uma vida tão longa porque não fumou, não tomou álcool e, aparentemente, também não era afeita a festas.

Longevos
O Grupo de Investigação de Gerontologia dos Estados Unidos confirmou sua data de nascimento, em 6 de julho de 1899, no estado do Alabama.
Há poucas pessoas que tenham ultrapassado essa idade. O recorde provisório é do francês Jeanne Calment, que morreu em agosto de 1997 com 122 anos.
Jones tem poucos meses de diferença sobre a segunda pessoa mais velha na lista, a italiana Emma Morano-Martinuzzi, que nasceu em 29 de novembro de 1899.
G1

116Susannah Mushatt Jones, de 116 anos, morreu em Nova York, nos Estados Unidos, como informou a agência Reuters nesta sexta-feira (13). Ela era considerada a pessoa mais velha do mundo desde a morte de uma japonesa de 117 anos. Susannah, que nasceu em 1899, passou os últimos 30 anos em um asilo.
Ela se tornou a idosa mais velha do mundo após a morte da também americana Jeralean Talley, que vivia em Detroit, no ano passado. Talley morreu com a idade de 116 anos e 25 dias.
Susannah Mushatt Jones, conhecida como “Miss Susie” quase não escutava ou enxergava. “Sou velha”, disse à “NBC” quando foi entrevistada em abril de 2015, junto com sua sobrinha Lois Judge.
A idosa americana nasceu em uma família com dez irmãos, todos já falecidos, e se mudou há quase um século para Nova York, cidade na qual fixou residência, estudou bacharelado e chegou a trabalhar como babá.
Segundo sua sobrinha, “Miss Susie” teve uma vida tão longa porque não fumou, não tomou álcool e, aparentemente, também não era afeita a festas.

Longevos
O Grupo de Investigação de Gerontologia dos Estados Unidos confirmou sua data de nascimento, em 6 de julho de 1899, no estado do Alabama.
Há poucas pessoas que tenham ultrapassado essa idade. O recorde provisório é do francês Jeanne Calment, que morreu em agosto de 1997 com 122 anos.
Jones tem poucos meses de diferença sobre a segunda pessoa mais velha na lista, a italiana Emma Morano-Martinuzzi, que nasceu em 29 de novembro de 1899.
G1