Rio 2016: Austrália vai distribuir preservativos especiais contra Zika a atletas

O Comitê Olímpico Australiano informou nesta segunda-feira (16) que vai disponibilizar aos atletas de seu país preservativos especiais com proteção contra o vírus Zika, durante a permanência das equipes no Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016.

Por meio de nota, o comitê ressaltou que o modelo de preservativo a ser distribuído possui um gel antiviral capaz de conter infecções por HIV, herpes e HPV. Segundo o fabricante, o produto também apresentou “proteção antiviral quase completa” contra o Zika em estudos feitos em laboratório.

A chefe da missão do Comitê Olímpico Australiano 2016, Kitty Chiller, avaliou que a saúde e bem-estar da equipe vêm em primeiro lugar e que a distribuição dos preservativos deve oferecer proteção extra aos atletas. “É uma abordagem de senso comum para um problema muito sério que estamos enfrentando no Rio”, disse.

Em fevereiro, o comitê já havia anunciado a distribuição de repelentes para esportistas e representantes do país que vêm ao Brasil participar dos jogos.
Agência Brasil

O Comitê Olímpico Australiano informou nesta segunda-feira (16) que vai disponibilizar aos atletas de seu país preservativos especiais com proteção contra o vírus Zika, durante a permanência das equipes no Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016.

Por meio de nota, o comitê ressaltou que o modelo de preservativo a ser distribuído possui um gel antiviral capaz de conter infecções por HIV, herpes e HPV. Segundo o fabricante, o produto também apresentou “proteção antiviral quase completa” contra o Zika em estudos feitos em laboratório.

A chefe da missão do Comitê Olímpico Australiano 2016, Kitty Chiller, avaliou que a saúde e bem-estar da equipe vêm em primeiro lugar e que a distribuição dos preservativos deve oferecer proteção extra aos atletas. “É uma abordagem de senso comum para um problema muito sério que estamos enfrentando no Rio”, disse.

Em fevereiro, o comitê já havia anunciado a distribuição de repelentes para esportistas e representantes do país que vêm ao Brasil participar dos jogos.
Agência Brasil