Maradona defende Messi e pede que ele não deixe a seleção argentina

Após dizer, sem saber que era gravado, que Messinão é um grande líder, Maradona saiu em defesa do camisa dez, no dia seguinte ao novo vice-campeonato amargado diante do Chile. Em uma entrevista com o jornal La Nación nesta segunda-feira, o Pibe disse que o craque do Barcelona não pode deixar a seleção argentina, como o mesmo anunciou no domingo, e criticou os dirigentes argentinos por supostamente abandoná-lo neste momento.
– Eles (dirigentes) deixaram o Messi só e eu não quero deixá-lo sozinho. Então, eu quero falar a ele para lutar contra todos aqueles que o deixaram sozinho, do primeiro ao último dirigente, desde (Luis) Segura até (Juan Sebastian) Verón, que seja. O Messi tem de seguir na seleção. Tem que seguir porque ele pode chegar à Rússia em condição de ser campeão do mundo – disse Maradona, citando o presidente da Federação de Futebol Argentino (AFA).
Para Maradona, o problema não é apenas referente à AFA e se estende também aos jogadores. Apesar de defender Messi, o Pibe questionou o motivo que o levou a anunciar o adeus precoce à seleção.
– Para mim, a única coisa que serve esta declaração do Lio é para cobrir todas as catástrofes que existem no futebol argentino. Assim, colocaram a cara do menino para cobrir o que eles fizeram na AFA. Tanto que hoje nós estamos falando sobre ele e não deles (da AFA). E para cobrir também que perdemos duas finais consecutivas para o Chile, que, com todo o respeito do mundo, não é a Holanda de 74. Na verdade, neste momento, eu não acho que ninguém. Tenho a sensação de que o mandaram. “Vá e diga algo para nos salvar”. Foi um desastre e o deixaram só – reclamou o Pibe,
A declaração de Messi citada por Maradona aconteceu logo após a derrota para o Chile, neste domingo, que deixou a Argentina na segunda colocação.
– É incrível, mas não dá. Não passamos outra vez nos pênaltis. É a terceira final seguida. Nós buscamos, tentamos. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. No vestiário pensei que acabou para mim a seleção, não é para mim. É o que sinto agora, é uma tristeza grande que volto a sentir. Foram quatro finais, infelizmente não consegui. Era o que mais desejava. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar a final, nós também não nos conformamos. Perdemos outra vez nos pênaltis – disse Messi, após o jogo.
Por fim, Maradona lamentou a fase vivida pela seleção argentina, que não vence um título há 23 anos no profissional.
– Estou muito triste e com muita raiva do que está acontecendo com o futebol argentino – lamentou Maradona.
G1

Após dizer, sem saber que era gravado, que Messinão é um grande líder, Maradona saiu em defesa do camisa dez, no dia seguinte ao novo vice-campeonato amargado diante do Chile. Em uma entrevista com o jornal La Nación nesta segunda-feira, o Pibe disse que o craque do Barcelona não pode deixar a seleção argentina, como o mesmo anunciou no domingo, e criticou os dirigentes argentinos por supostamente abandoná-lo neste momento.
– Eles (dirigentes) deixaram o Messi só e eu não quero deixá-lo sozinho. Então, eu quero falar a ele para lutar contra todos aqueles que o deixaram sozinho, do primeiro ao último dirigente, desde (Luis) Segura até (Juan Sebastian) Verón, que seja. O Messi tem de seguir na seleção. Tem que seguir porque ele pode chegar à Rússia em condição de ser campeão do mundo – disse Maradona, citando o presidente da Federação de Futebol Argentino (AFA).
Para Maradona, o problema não é apenas referente à AFA e se estende também aos jogadores. Apesar de defender Messi, o Pibe questionou o motivo que o levou a anunciar o adeus precoce à seleção.
– Para mim, a única coisa que serve esta declaração do Lio é para cobrir todas as catástrofes que existem no futebol argentino. Assim, colocaram a cara do menino para cobrir o que eles fizeram na AFA. Tanto que hoje nós estamos falando sobre ele e não deles (da AFA). E para cobrir também que perdemos duas finais consecutivas para o Chile, que, com todo o respeito do mundo, não é a Holanda de 74. Na verdade, neste momento, eu não acho que ninguém. Tenho a sensação de que o mandaram. “Vá e diga algo para nos salvar”. Foi um desastre e o deixaram só – reclamou o Pibe,
A declaração de Messi citada por Maradona aconteceu logo após a derrota para o Chile, neste domingo, que deixou a Argentina na segunda colocação.
– É incrível, mas não dá. Não passamos outra vez nos pênaltis. É a terceira final seguida. Nós buscamos, tentamos. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. No vestiário pensei que acabou para mim a seleção, não é para mim. É o que sinto agora, é uma tristeza grande que volto a sentir. Foram quatro finais, infelizmente não consegui. Era o que mais desejava. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar a final, nós também não nos conformamos. Perdemos outra vez nos pênaltis – disse Messi, após o jogo.
Por fim, Maradona lamentou a fase vivida pela seleção argentina, que não vence um título há 23 anos no profissional.
– Estou muito triste e com muita raiva do que está acontecendo com o futebol argentino – lamentou Maradona.
G1