Terroristas do aeroporto de Istambul eram estrangeiros, diz jornal

istambulOs três terroristas que se suicidaram na terça-feira (28) no aeroporto de Atatürk, em Istambul, e mataram 43 pessoas eram estrangeiros e procediam do Uzbequistão, Quirguistão e da república russa do Daguestão, informou nesta quinta-feira (30) o jornal turco “Hürriyet”.
Pouco antes, o mesmo jornal tinha identificado um dos três como Osman Vadinov, checheno de nacionalidade russa, mas agora parece se reforçar a tese de que não procedia da Chechênia, mas da vizinha república autônoma do Daguestão, segundo a Efe.
O homem foi identificado porque deixou seu passaporte em uma casa no bairro de Fatih, em Istambul, local atribuído como residência ou de reunião dos terroristas que atacaram o aeroporto, segundo o “Hürriyet”.
A casa tinha sido blindada com uma dupla porta de aço e os supostos terroristas, que a alugaram há cerca de três meses, instalaram um sistema de ar condicionado para nunca terem que abrir as janelas.
O passaporte do russo do Daguestão mostra que ele entrou na Turquia há aproximadamente um mês, afirmou o “Hürriyet”.
Os outros dois suicidas são cidadãos de Uzbequistão e Quirguistão, duas ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central, mas não foram divulgados mais detalhes sobre sua identidade.
A CNN afirma que provavelmente, eles vieram da cidade de Raqqa, importante núcleo do Estado Islâmico.
O ministro do interior turco, Efkan Ala, afirmou que há evidências que indicam ligação do trio com a organização jihadista, segundo a Reuters.

Detidos
A polícia turca deteve nesta quinta-feira (30) 13 pessoas, entre elas três estrangeiros, depois do triplo atentado suicida que matou 42 pessoas (além dos suicidas) e deixou 239 feridas no Aeroporto Internacional de Istambul.
Na terça (28), os três suicidas provocaram explosões no terminal internacional do Atatürk, que é o 3º aeroporto mais movimentado da Europa, atrás de Heathrow (Londres) e Charles de Gaulle (Paris).

Vítimas
Entre os mortos identificados, aparecem 25 turcos e 13 estrangeiros, sendo cinco sauditas, dois iraquianos, um chinês, um jordaniano, um tunisiano, um uzbeque, um iraniano e um ucraniano. Entre os 13 estrangeiros, três tinham dupla nacionalidade.

Veja os nomes das 38 vítimas identificadas do atentado em Istambul:

1. Çağlayan Çöl
2. Mustafa Bıyıklı
3. Erol Eskisoy
4. Sıddık Turgan
5. Ferhat Akkaya
6. Kerime Amiri (Arabia Saudida)
7. Ertan An
8. Ali Zülfikar Yorulmaz
9. Serkan Türk
10. Göksel Kurnaz
11. Özgül İde
12. Fathi Bayoudh (Tunísia)
13. Mahmut Mert
14. Sıdık Peçenek
15. Umut Sakaroğlu
16. Mukhiddinov Samat (Uzbequistão)
17. Hüseyin Tunç
18. Salar Davudi Kohnehshahri (Irã)
19. Taher Misfir H Almalki (Arabia Saudida)
20. Ercan Sebat
21. Mustafa Husham Saeed (Iraque)
22. Ethem Uzunsoy
23. Tevfik Yusuf Haznedaroğlu
24. Meryem Amiri (Arabia Saudida)
25. Zehra Amiri (Arabia Saudida)
26. Mahmut Çizmecioğlu
27. Hüda Amiri (Arabia Saudida)
28. Nisreen Hashem Shammad (Jordânia)
29. Vafika Ali Bilal (Iraque)
30. Adem Kurt
31. Habibullah Sefer
32. Murat Güllüce
33. Abdülhekim Buğda (Turquestão Oriental, área que pertence à China)
34. Abdurrahman Abdullah İbedullah
35. Muhammed Eymen Demirci
36. Larysa Tsybaklova (Ucrânia)
37. Gülşen Bahadır
38. Merve Yigit
G1

istambulOs três terroristas que se suicidaram na terça-feira (28) no aeroporto de Atatürk, em Istambul, e mataram 43 pessoas eram estrangeiros e procediam do Uzbequistão, Quirguistão e da república russa do Daguestão, informou nesta quinta-feira (30) o jornal turco “Hürriyet”.
Pouco antes, o mesmo jornal tinha identificado um dos três como Osman Vadinov, checheno de nacionalidade russa, mas agora parece se reforçar a tese de que não procedia da Chechênia, mas da vizinha república autônoma do Daguestão, segundo a Efe.
O homem foi identificado porque deixou seu passaporte em uma casa no bairro de Fatih, em Istambul, local atribuído como residência ou de reunião dos terroristas que atacaram o aeroporto, segundo o “Hürriyet”.
A casa tinha sido blindada com uma dupla porta de aço e os supostos terroristas, que a alugaram há cerca de três meses, instalaram um sistema de ar condicionado para nunca terem que abrir as janelas.
O passaporte do russo do Daguestão mostra que ele entrou na Turquia há aproximadamente um mês, afirmou o “Hürriyet”.
Os outros dois suicidas são cidadãos de Uzbequistão e Quirguistão, duas ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central, mas não foram divulgados mais detalhes sobre sua identidade.
A CNN afirma que provavelmente, eles vieram da cidade de Raqqa, importante núcleo do Estado Islâmico.
O ministro do interior turco, Efkan Ala, afirmou que há evidências que indicam ligação do trio com a organização jihadista, segundo a Reuters.

Detidos
A polícia turca deteve nesta quinta-feira (30) 13 pessoas, entre elas três estrangeiros, depois do triplo atentado suicida que matou 42 pessoas (além dos suicidas) e deixou 239 feridas no Aeroporto Internacional de Istambul.
Na terça (28), os três suicidas provocaram explosões no terminal internacional do Atatürk, que é o 3º aeroporto mais movimentado da Europa, atrás de Heathrow (Londres) e Charles de Gaulle (Paris).

Vítimas
Entre os mortos identificados, aparecem 25 turcos e 13 estrangeiros, sendo cinco sauditas, dois iraquianos, um chinês, um jordaniano, um tunisiano, um uzbeque, um iraniano e um ucraniano. Entre os 13 estrangeiros, três tinham dupla nacionalidade.

Veja os nomes das 38 vítimas identificadas do atentado em Istambul:

1. Çağlayan Çöl
2. Mustafa Bıyıklı
3. Erol Eskisoy
4. Sıddık Turgan
5. Ferhat Akkaya
6. Kerime Amiri (Arabia Saudida)
7. Ertan An
8. Ali Zülfikar Yorulmaz
9. Serkan Türk
10. Göksel Kurnaz
11. Özgül İde
12. Fathi Bayoudh (Tunísia)
13. Mahmut Mert
14. Sıdık Peçenek
15. Umut Sakaroğlu
16. Mukhiddinov Samat (Uzbequistão)
17. Hüseyin Tunç
18. Salar Davudi Kohnehshahri (Irã)
19. Taher Misfir H Almalki (Arabia Saudida)
20. Ercan Sebat
21. Mustafa Husham Saeed (Iraque)
22. Ethem Uzunsoy
23. Tevfik Yusuf Haznedaroğlu
24. Meryem Amiri (Arabia Saudida)
25. Zehra Amiri (Arabia Saudida)
26. Mahmut Çizmecioğlu
27. Hüda Amiri (Arabia Saudida)
28. Nisreen Hashem Shammad (Jordânia)
29. Vafika Ali Bilal (Iraque)
30. Adem Kurt
31. Habibullah Sefer
32. Murat Güllüce
33. Abdülhekim Buğda (Turquestão Oriental, área que pertence à China)
34. Abdurrahman Abdullah İbedullah
35. Muhammed Eymen Demirci
36. Larysa Tsybaklova (Ucrânia)
37. Gülşen Bahadır
38. Merve Yigit
G1