Público aprova Vila dos Tropeiros, projeto do SESI no Maior São João do Mundo

sesiA diretoria do SESI, na Paraíba, está satisfeita com os bem sucedidos resultados da Vila dos Tropeiros. O projeto piloto lançado este ano durante do Maior São João do Mundo, em Campina Grande teve a aprovação de 95,8% do público circulante. Os dados são de pesquisa aplicada no lugar durante os 30 dias de festa.
Com atividades desenvolvidas de forma simultânea ao Parque do Povo no Maior São João do Mundo, a primeira edição da Vila dos Tropeiros, superou as melhores das expectativas. A pesquisa mostra que a Vila dos Tropeiros recebeu, entre campinenses e turistas, uma média de 60 mil pessoas. Para a Polícia Militar a estimativa de público ficou em torno de 45 mil visitantes, números também bastante significativos.
Instalada às margens do Açude Velho em espaço médio de 20002, no entorno do Monumento ao Sesquicentenário de Campina Grande, a Vila dos Tropeiros disponibilizou pavilhão com dança e atrações culturais, cidade cenográfica, food trucks e barracas com comidas típicas. Sem dúvida, um local de visitação obrigatória para campinenses e turistas durante o Maior São João do Mundo.
A pesquisa do SESI revelou que o Nível Geral de Satisfação com a Vila dos Tropeiros chegou 98,5% das pessoas consultadas. A superintendente do SESI/PB, Claudete Leitão, comentou sobre o sucesso do Projeto. “A Vila dos Tropeiros foi muito bem aceita porque buscamos promover ao publico um ambiente familiar e tranquilo. Não há dúvida de que o presidente Buega Gadelha fez a escolha certa, quando optou por esse projeto. Portanto, estamos felizes pelos bem sucedidos resultados, porque foi um projeto no qual o SESI investiu e acreditou. Esse sucesso é compartilhado, claro, com toda a equipe técnica que se doou durante os 30 dias de festas. Tudo isso também demonstra, que o SESI sabe, cada vez mais, promover e incentivar a cultura,” comentou.
O coordenador geral da Vila dos Tropeiros, Ivan Nóbrega, também comentou sobre os resultados. “Sem dúvida superou as melhores das expectativas. Com esse projeto o SESI conseguiu trazer o São João de Campina para mais perto das famílias, promovendo aqui, um ambiente tranquilo, agraciado por uma vista linda presenteada pelo nosso cartão postal Açude Velho. A aceitação foi tamanha que, muitas pessoas, tanto campinenses quanto turistas, até de outros países têm sugerido que a Vila dos Tropeiros se estenda por todo o ano, como mais uma opção cultural em nossa cidade. Contudo, como se trata de um projeto piloto, ainda não sabemos quais são os planos que serão desenhados para o futuro, mas esperamos quem sabe, atender também essas demandas levantadas pelo público”, revelou.
O Projeto Vila dos Tropeiros revelou-se como mais um espaço idealizado pelo SESI Paraíba realizado por meio do Plano Permanente de Cultura, que conta com o apoio do Departamento Nacional do SESI. Na avaliação dos campinenses e turistas a aceitação foi quase unânime quanto a êxito. “A organização está de parabéns, gostei muito do lugar! O pessoal bastante receptivo e acolhedor prestando serviços da melhor qualidade. Esta é uma experiência muito agradável. Estamos em um grupo de sete pessoas e todos nós estamos gostando bastante, inclusive as opções gastronômicas disponibilizadas. Um lugar aprovadíssimo”, disse a carioca Maria Célia Ribeiro. Já a alagoana Renata Tenório Paes, de Maceió fez a seguinte afirmação: “Achei um projeto diferenciado e muito agradável. Em minha opinião está aprovado e deve ter continuidade como mais uma excelente opção para os turistas, assim como é claro, aos campinenses”, disse.
Os campinenses também aprovaram o Projeto Vila dos Tropeiros. “Estou achando espetacular, uma ideia bastante empreendedora que, ainda bem, está dando certo. Aqui a gente fica tranquila porque o ambiente é bem familiar. Espero que se repita no próximo ano, para mais uma vez marcar presença com toda a minha família. Uma atração a mais que vem agregar valor ao nosso Maior São João do Mundo”, disse a campinense Monaliza Camila Ramalho.
A Vila dos Tropeiros objetivou ainda sinalizar um projeto auspicioso para o Monumento do Sesquicentenário, repassado pela Prefeitura, ao SESI em regime de comodato: em breve o lugar deve abrigar o Museu Digital de Campina Grande, que tem como proposta resgatar o processo de industrialização e desenvolvimento econômico da cidade.

sesiA diretoria do SESI, na Paraíba, está satisfeita com os bem sucedidos resultados da Vila dos Tropeiros. O projeto piloto lançado este ano durante do Maior São João do Mundo, em Campina Grande teve a aprovação de 95,8% do público circulante. Os dados são de pesquisa aplicada no lugar durante os 30 dias de festa.
Com atividades desenvolvidas de forma simultânea ao Parque do Povo no Maior São João do Mundo, a primeira edição da Vila dos Tropeiros, superou as melhores das expectativas. A pesquisa mostra que a Vila dos Tropeiros recebeu, entre campinenses e turistas, uma média de 60 mil pessoas. Para a Polícia Militar a estimativa de público ficou em torno de 45 mil visitantes, números também bastante significativos.
Instalada às margens do Açude Velho em espaço médio de 20002, no entorno do Monumento ao Sesquicentenário de Campina Grande, a Vila dos Tropeiros disponibilizou pavilhão com dança e atrações culturais, cidade cenográfica, food trucks e barracas com comidas típicas. Sem dúvida, um local de visitação obrigatória para campinenses e turistas durante o Maior São João do Mundo.
A pesquisa do SESI revelou que o Nível Geral de Satisfação com a Vila dos Tropeiros chegou 98,5% das pessoas consultadas. A superintendente do SESI/PB, Claudete Leitão, comentou sobre o sucesso do Projeto. “A Vila dos Tropeiros foi muito bem aceita porque buscamos promover ao publico um ambiente familiar e tranquilo. Não há dúvida de que o presidente Buega Gadelha fez a escolha certa, quando optou por esse projeto. Portanto, estamos felizes pelos bem sucedidos resultados, porque foi um projeto no qual o SESI investiu e acreditou. Esse sucesso é compartilhado, claro, com toda a equipe técnica que se doou durante os 30 dias de festas. Tudo isso também demonstra, que o SESI sabe, cada vez mais, promover e incentivar a cultura,” comentou.
O coordenador geral da Vila dos Tropeiros, Ivan Nóbrega, também comentou sobre os resultados. “Sem dúvida superou as melhores das expectativas. Com esse projeto o SESI conseguiu trazer o São João de Campina para mais perto das famílias, promovendo aqui, um ambiente tranquilo, agraciado por uma vista linda presenteada pelo nosso cartão postal Açude Velho. A aceitação foi tamanha que, muitas pessoas, tanto campinenses quanto turistas, até de outros países têm sugerido que a Vila dos Tropeiros se estenda por todo o ano, como mais uma opção cultural em nossa cidade. Contudo, como se trata de um projeto piloto, ainda não sabemos quais são os planos que serão desenhados para o futuro, mas esperamos quem sabe, atender também essas demandas levantadas pelo público”, revelou.
O Projeto Vila dos Tropeiros revelou-se como mais um espaço idealizado pelo SESI Paraíba realizado por meio do Plano Permanente de Cultura, que conta com o apoio do Departamento Nacional do SESI. Na avaliação dos campinenses e turistas a aceitação foi quase unânime quanto a êxito. “A organização está de parabéns, gostei muito do lugar! O pessoal bastante receptivo e acolhedor prestando serviços da melhor qualidade. Esta é uma experiência muito agradável. Estamos em um grupo de sete pessoas e todos nós estamos gostando bastante, inclusive as opções gastronômicas disponibilizadas. Um lugar aprovadíssimo”, disse a carioca Maria Célia Ribeiro. Já a alagoana Renata Tenório Paes, de Maceió fez a seguinte afirmação: “Achei um projeto diferenciado e muito agradável. Em minha opinião está aprovado e deve ter continuidade como mais uma excelente opção para os turistas, assim como é claro, aos campinenses”, disse.
Os campinenses também aprovaram o Projeto Vila dos Tropeiros. “Estou achando espetacular, uma ideia bastante empreendedora que, ainda bem, está dando certo. Aqui a gente fica tranquila porque o ambiente é bem familiar. Espero que se repita no próximo ano, para mais uma vez marcar presença com toda a minha família. Uma atração a mais que vem agregar valor ao nosso Maior São João do Mundo”, disse a campinense Monaliza Camila Ramalho.
A Vila dos Tropeiros objetivou ainda sinalizar um projeto auspicioso para o Monumento do Sesquicentenário, repassado pela Prefeitura, ao SESI em regime de comodato: em breve o lugar deve abrigar o Museu Digital de Campina Grande, que tem como proposta resgatar o processo de industrialização e desenvolvimento econômico da cidade.