Policial norueguês multa a si mesmo por navegar sem colete salva-vidas

coleteUm policial norueguês, cuja fotografia a bordo de um barco sem um colete salva-vidas apareceu em um jornal local, decidiu multar a si mesmo para dar o exemplo.
O policial Arne Stavnes apareceu nas páginas do jornal Verdens Gang (VG) patrulhando as águas de Utoya, a ilha onde o extremista de direita Anders Behring Breivik assassinou 69 pessoas em 2011, um massacre que completou cinco anos na sexta-feira.
A fotografia provocou alguns comentários sarcásticos na internet em razão da ausência de colete salva-vidas, exigida pela lei norueguesa para barcos com mais de 8 metros de comprimento.
Em um gesto de integridade, o policial decidiu aplicar a si mesmo a multa por tal violação, 500 coroas (53 euros).
De acordo com um estudo publicado no ano passado, 80% dos noruegueses confiam na polícia, apesar das falhas que ocorreram durante os ataques de Breivik, que, no total, matou 77 pessoas em 22 de julho de 2011.
G1

coleteUm policial norueguês, cuja fotografia a bordo de um barco sem um colete salva-vidas apareceu em um jornal local, decidiu multar a si mesmo para dar o exemplo.
O policial Arne Stavnes apareceu nas páginas do jornal Verdens Gang (VG) patrulhando as águas de Utoya, a ilha onde o extremista de direita Anders Behring Breivik assassinou 69 pessoas em 2011, um massacre que completou cinco anos na sexta-feira.
A fotografia provocou alguns comentários sarcásticos na internet em razão da ausência de colete salva-vidas, exigida pela lei norueguesa para barcos com mais de 8 metros de comprimento.
Em um gesto de integridade, o policial decidiu aplicar a si mesmo a multa por tal violação, 500 coroas (53 euros).
De acordo com um estudo publicado no ano passado, 80% dos noruegueses confiam na polícia, apesar das falhas que ocorreram durante os ataques de Breivik, que, no total, matou 77 pessoas em 22 de julho de 2011.
G1