Paes diz que problemas da Vila estão ‘praticamente resolvidos’

paesO prefeito do Rio, Eduardo Paes, minimizou nesta quarta-feira (27) as polêmicas sobre a Vila Olímpica e disse que os “problemas estão praticamente resolvidos”. Ele afirmou que houve falhas de acompanhamento e de gestão na Vila durante a inauguração do Rio Media Center, na Cidade Nova.
“Os problemas surgiram efetivamente nos últimos três meses. O que tinha que ser feito está sendo feito. Foi uma falha de acompanhamento, mas acredito que em cinco, seis dias estará tudo resolvido. Esta vai ser a melhor Vila da história dos Jogos”, disse Paes.

Paes comentou ainda o resultado de uma pesquisa feita pelo Ibope que mostrava 60% dos entrevistados dizendo que acreditavam que a Olimpiada traria mais prejuízos do que benefícios. Para ele, o pessimismo se dá porque o desânimo parte de quem não está vivenciando diretamente a cidade.
“É uma pesquisa nacional. Aqueles que não estão vivenciando o Rio de Janeiro de fato recebem informações que não são exatamente as informações positivas. Os cariocas estão vivenciando estas transformações, e aqui as obras não param”, avaliou o prefeito.

Desde a chegada das primeiras delegações, reclamações chegaram ao comitê olímpico do Rio. Austrália, Suécia e Argentina, por exemplo, chegaram a deixar a Vila Olímpica.

A Suécia, por exemplo, se queixou da falta de limpeza e de problemas no acabamento. Os atletas da Suécia foram de táxi para os hotéis onde vão passar os próximos dias, enquanto os ajustes são feitos.

A delegação da Austrália deixou o local para ir a hotéis e emitiu um comunicado em que diz: nos prédios há cheiro de gás, vazamento de água e defeitos na eletricidade.

A delegação argentina foi a segunda a fazer reclamações públicas sobre as condições da Vila. Na tarde desta segunda-feira, o prefeito Eduardo Paes afirmou que o prédio destinado à delegação australiana era o pior da Vila Olímpica e que a situação no local já estava bem melhor.
G1

paesO prefeito do Rio, Eduardo Paes, minimizou nesta quarta-feira (27) as polêmicas sobre a Vila Olímpica e disse que os “problemas estão praticamente resolvidos”. Ele afirmou que houve falhas de acompanhamento e de gestão na Vila durante a inauguração do Rio Media Center, na Cidade Nova.
“Os problemas surgiram efetivamente nos últimos três meses. O que tinha que ser feito está sendo feito. Foi uma falha de acompanhamento, mas acredito que em cinco, seis dias estará tudo resolvido. Esta vai ser a melhor Vila da história dos Jogos”, disse Paes.

Paes comentou ainda o resultado de uma pesquisa feita pelo Ibope que mostrava 60% dos entrevistados dizendo que acreditavam que a Olimpiada traria mais prejuízos do que benefícios. Para ele, o pessimismo se dá porque o desânimo parte de quem não está vivenciando diretamente a cidade.
“É uma pesquisa nacional. Aqueles que não estão vivenciando o Rio de Janeiro de fato recebem informações que não são exatamente as informações positivas. Os cariocas estão vivenciando estas transformações, e aqui as obras não param”, avaliou o prefeito.

Desde a chegada das primeiras delegações, reclamações chegaram ao comitê olímpico do Rio. Austrália, Suécia e Argentina, por exemplo, chegaram a deixar a Vila Olímpica.

A Suécia, por exemplo, se queixou da falta de limpeza e de problemas no acabamento. Os atletas da Suécia foram de táxi para os hotéis onde vão passar os próximos dias, enquanto os ajustes são feitos.

A delegação da Austrália deixou o local para ir a hotéis e emitiu um comunicado em que diz: nos prédios há cheiro de gás, vazamento de água e defeitos na eletricidade.

A delegação argentina foi a segunda a fazer reclamações públicas sobre as condições da Vila. Na tarde desta segunda-feira, o prefeito Eduardo Paes afirmou que o prédio destinado à delegação australiana era o pior da Vila Olímpica e que a situação no local já estava bem melhor.
G1