Com gol de letra, Flamengo vence Atlético-PR e vira líder

Pelo menos até este domingo, o Flamengo é o novo líder do Brasileirão. O time carioca venceu o Atlético-PR por 1 a 0, na noite deste sábado (6), em Cariacica (ES), e vai dormir neste sábado na primeira colocação do Campeonato Nacional. O autor do golaço da vitória foi Mancuello, que fez de letra após chute de Fernandinho.

Com 34 pontos, a equipe do Rio de Janeiro ultrapassa Santos, Palmeiras e Corinthians, que têm 33 pontos, e Grêmio e Atlético-MG, que têm 32. Agora, o rubro-negro seca os adversários neste domingo e na segunda-feira para continuar como o melhor do país. Já o Atlético-PR desperdiça a chance de entrar no G4 e fica com 30 pontos na 7ª colocação.

FLAMENGO DOMINA, MAS WALTER QUASE FAZ UM GOLAÇO
O técnico Zé Ricardo optou por escalar um ataque reforçado, com Everton, Guerrero e Fernandinho. Alan Patrick foi para o banco. E deu certo. O Flamengo foi melhor durante todo o primeiro tempo: teve mais posse de bola, mais finalizações, mais escanteios… Mas ninguém assustou como Walter. O atacante do Atlético-PR percebeu Alex Muralha ligeiramente avançado e arriscou da intermediária em um belíssimo chute. A bola caiu na hora certa, mas acertou a trave esquerda do goleiro. Pelos flamenguistas, duas chances chamaram atenção: uma com Mancuello, em batida de falta, e outra de Rever, aproveitando cabeceio errado de Guerrero.

PRESSÃO TOTAL FLAMENGUISTA E GOLAÇO DE MANCUELLO
“Vamos fazer de tudo para segurar os 15 minutos iniciais”. O torcedor que acompanha mais de perto aos jogos, sabe que a frase é quase uma marca registrada do futebol. E foi isso que o Atlético-PR fez nos primeiros 15 minutos. O Flamengo acelerou o ritmo e colocou os paranaenses para correr atrás da bola. Foram pelo menos cinco chances nos primeiros minutos, sendo uma delas com Guerrero com chance espetacular frente a frente com o goleiro Santos. No rebote do goleiro, o peruano até ensaiou um chapéu, mas não teve a mesma categoria na hora de finalizar a jogada. O gol saiu justamente um minuto depois: aos 16. Fernandinho chutou cruzado e Mancuello completou de letra para marcar um golaço.

ATLÉTICO-PR TENTA RESPONDER, MAS PARA NA RETRANCA FLAMENGUISTA
Depois de garantir o primeiro gol do jogo, o Flamengo se retraiu e passou a jogar apenas com Guerrero à frente da linha do meio de campo na saída de bola do Atlético-PR. A estratégia deu certo e fez o time paranaense usar e abusar das bolas aéreas e chutes à distância. Lucas Fernandes, que entrou no segundo tempo, e Otávio tiveram as melhores chances.

PRESIDENTE GANHA GRITO ESPECIAL
As câmeras do PFC flagraram o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, em momento de ídolo no estádio em Cariacica. Do seu camarote, durante o intervalo do primeiro para o segundo tempo, o dirigente recebia bandeiras e uniformes para dar autógrafo e ouviu a torcida puxar um canto que ficou eternizado para goleiros como Marcos e Rogério Ceni. “P… que p…, é o melhor presidente do Brasil, Bandeira!”. Alguns, é claro, aproveitaram o momento para brincar com o cartola e pedir até a saída de jogadores como Chiquinho.

NÃO FOI DESSA VEZ
Leandro Damião ficou no banco de reservas do Flamengo, mas não ganhou chances para entrar. Na hora da saída de Guerrero, o escolhido foi Felipe Vizeu. Diego, outro reforço que tem sua estreia esperada, ainda não esteve entre os relacionados. Alan Patrick viu Everton ganhar uma chance entre os titulares.

AGENDA
Depois do jogo deste sábado, o Flamengo volta a entrar em campo pelo Brasileirão no próximo sábado (13), contra o Sport, na Ilha do Retiro, às 16h. O Atlético-PR, por sua vez, joga às 16h de domingo (14), na Arena da Baixada, contra o Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Kléber Andrade, Cariacica (ES)
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Pablo, Léo, Santos e Hernani (APR); Chiquinho e Willian Arão (FLA)
Gol: Mancuello, aos 16 minutos do 1º tempo

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Cuellar); Fernandinho (Thiago Santos), Everton e Guerrero (Felipe Vizeu) Técnico: Zé Ricardo

ATLÉTICO-PR: Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Vinícius (Lucas Fernandes); Marcos Guilherme (Luciano Cabral), Pablo e Walter (André Lima) Técnico: Paulo Autuori

UOL

Pelo menos até este domingo, o Flamengo é o novo líder do Brasileirão. O time carioca venceu o Atlético-PR por 1 a 0, na noite deste sábado (6), em Cariacica (ES), e vai dormir neste sábado na primeira colocação do Campeonato Nacional. O autor do golaço da vitória foi Mancuello, que fez de letra após chute de Fernandinho.

Com 34 pontos, a equipe do Rio de Janeiro ultrapassa Santos, Palmeiras e Corinthians, que têm 33 pontos, e Grêmio e Atlético-MG, que têm 32. Agora, o rubro-negro seca os adversários neste domingo e na segunda-feira para continuar como o melhor do país. Já o Atlético-PR desperdiça a chance de entrar no G4 e fica com 30 pontos na 7ª colocação.

FLAMENGO DOMINA, MAS WALTER QUASE FAZ UM GOLAÇO
O técnico Zé Ricardo optou por escalar um ataque reforçado, com Everton, Guerrero e Fernandinho. Alan Patrick foi para o banco. E deu certo. O Flamengo foi melhor durante todo o primeiro tempo: teve mais posse de bola, mais finalizações, mais escanteios… Mas ninguém assustou como Walter. O atacante do Atlético-PR percebeu Alex Muralha ligeiramente avançado e arriscou da intermediária em um belíssimo chute. A bola caiu na hora certa, mas acertou a trave esquerda do goleiro. Pelos flamenguistas, duas chances chamaram atenção: uma com Mancuello, em batida de falta, e outra de Rever, aproveitando cabeceio errado de Guerrero.

PRESSÃO TOTAL FLAMENGUISTA E GOLAÇO DE MANCUELLO
“Vamos fazer de tudo para segurar os 15 minutos iniciais”. O torcedor que acompanha mais de perto aos jogos, sabe que a frase é quase uma marca registrada do futebol. E foi isso que o Atlético-PR fez nos primeiros 15 minutos. O Flamengo acelerou o ritmo e colocou os paranaenses para correr atrás da bola. Foram pelo menos cinco chances nos primeiros minutos, sendo uma delas com Guerrero com chance espetacular frente a frente com o goleiro Santos. No rebote do goleiro, o peruano até ensaiou um chapéu, mas não teve a mesma categoria na hora de finalizar a jogada. O gol saiu justamente um minuto depois: aos 16. Fernandinho chutou cruzado e Mancuello completou de letra para marcar um golaço.

ATLÉTICO-PR TENTA RESPONDER, MAS PARA NA RETRANCA FLAMENGUISTA
Depois de garantir o primeiro gol do jogo, o Flamengo se retraiu e passou a jogar apenas com Guerrero à frente da linha do meio de campo na saída de bola do Atlético-PR. A estratégia deu certo e fez o time paranaense usar e abusar das bolas aéreas e chutes à distância. Lucas Fernandes, que entrou no segundo tempo, e Otávio tiveram as melhores chances.

PRESIDENTE GANHA GRITO ESPECIAL
As câmeras do PFC flagraram o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, em momento de ídolo no estádio em Cariacica. Do seu camarote, durante o intervalo do primeiro para o segundo tempo, o dirigente recebia bandeiras e uniformes para dar autógrafo e ouviu a torcida puxar um canto que ficou eternizado para goleiros como Marcos e Rogério Ceni. “P… que p…, é o melhor presidente do Brasil, Bandeira!”. Alguns, é claro, aproveitaram o momento para brincar com o cartola e pedir até a saída de jogadores como Chiquinho.

NÃO FOI DESSA VEZ
Leandro Damião ficou no banco de reservas do Flamengo, mas não ganhou chances para entrar. Na hora da saída de Guerrero, o escolhido foi Felipe Vizeu. Diego, outro reforço que tem sua estreia esperada, ainda não esteve entre os relacionados. Alan Patrick viu Everton ganhar uma chance entre os titulares.

AGENDA
Depois do jogo deste sábado, o Flamengo volta a entrar em campo pelo Brasileirão no próximo sábado (13), contra o Sport, na Ilha do Retiro, às 16h. O Atlético-PR, por sua vez, joga às 16h de domingo (14), na Arena da Baixada, contra o Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Kléber Andrade, Cariacica (ES)
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Pablo, Léo, Santos e Hernani (APR); Chiquinho e Willian Arão (FLA)
Gol: Mancuello, aos 16 minutos do 1º tempo

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Cuellar); Fernandinho (Thiago Santos), Everton e Guerrero (Felipe Vizeu) Técnico: Zé Ricardo

ATLÉTICO-PR: Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Vinícius (Lucas Fernandes); Marcos Guilherme (Luciano Cabral), Pablo e Walter (André Lima) Técnico: Paulo Autuori

UOL