Ginástica feminina no Rio começa com Flávia dando show e queda de Daniele

daniA seleção brasileira de ginástica artística feminina estreou nos Jogos Olímpicos neste domingo, ainda nem terminou de competir, mas já teve de tudo. Flávia Saraiva deu show e levantou a torcida com sua apresentação na trave, enquanto Daniele Hypolito, também ovacionada na Arena Olímpica, sofreu uma queda no solo.
Flávia, de apenas 16 anos, fez uma apresentação impecável na trave e conseguiu 15.133, a segunda melhor nota de sua vida no aparelho, ficando muito perto de garantir um lugar entre as oito melhores, o que lhe credenciaria para disputar a final.
Na etapa de Baku da Copa do Mundo, no Azerbaijão, neste ano, a ginasta brasileira fez 15.150. A nota deste domingo, nos Jogos Olímpicos, lhe daria a medalha de prata no Campeonato Mundial disputado em Glasgow, em outubro do ano passado.
Depois de se apresentar na trave, o Brasil foi para o solo. Daniele Hypolito, em sua quinta Olimpíada, abriu a participação do país no aparelho ao som de Anita, começou muito bem, mas acabou sofrendo uma série, caindo de bumbum no tablado. Sua nota foi 12.400.
A última rotação de países nas disputas classificatórias começam apenas às 20h30 neste domingo. Então, o Brasil precisa esperar todas as apresentações terminarem para saber se vai se classificar para as finais por equipes e individuais nos aparelhos.
MSN

daniA seleção brasileira de ginástica artística feminina estreou nos Jogos Olímpicos neste domingo, ainda nem terminou de competir, mas já teve de tudo. Flávia Saraiva deu show e levantou a torcida com sua apresentação na trave, enquanto Daniele Hypolito, também ovacionada na Arena Olímpica, sofreu uma queda no solo.
Flávia, de apenas 16 anos, fez uma apresentação impecável na trave e conseguiu 15.133, a segunda melhor nota de sua vida no aparelho, ficando muito perto de garantir um lugar entre as oito melhores, o que lhe credenciaria para disputar a final.
Na etapa de Baku da Copa do Mundo, no Azerbaijão, neste ano, a ginasta brasileira fez 15.150. A nota deste domingo, nos Jogos Olímpicos, lhe daria a medalha de prata no Campeonato Mundial disputado em Glasgow, em outubro do ano passado.
Depois de se apresentar na trave, o Brasil foi para o solo. Daniele Hypolito, em sua quinta Olimpíada, abriu a participação do país no aparelho ao som de Anita, começou muito bem, mas acabou sofrendo uma série, caindo de bumbum no tablado. Sua nota foi 12.400.
A última rotação de países nas disputas classificatórias começam apenas às 20h30 neste domingo. Então, o Brasil precisa esperar todas as apresentações terminarem para saber se vai se classificar para as finais por equipes e individuais nos aparelhos.
MSN