Jogos Escolares da Juventude começam e PB tem 58 atletas na disputa

A capital paraibana sedia, até a próxima quinta-feira (29), os Jogos Escolares da Juventude. Mais de 3,8 mil atletas com idade entre 12 e 14 anos devem participar de competições em 13 modalidades esportivas. O evento, aberto nesta terça (20), receberá delegações nacionais e também um grupo argentino.
De acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o objetivo é identificar atletas com possibilidade de alto rendimento no atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, lutas, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei.
Os Jogos terão duas etapas e, nesta primeira, ocorrem as modalidades individuais, onde a delegação da Paraíba conta com 58 atletas. Até o dia 24 serão disputadas as provas de modalidades individuais. Já de 25 a 29, acontecem as disputas em esportes coletivos.
O Time Brasil que participou dos Jogos Olímpicos Rio 2016 é um exemplo da capacidade de identificação de talentos do evento. Dos 465 atletas brasileiros que disputaram o Rio 2016, 52 passaram pelos Jogos Escolares. Levando-se em conta apenas as modalidades disputadas nos Jogos Escolares, esse número representa 23% da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos.
Para o diretor-geral dos Jogos Escolares da Juventude, Edgar Hubner, a competição já se consolidou no cenário esportivo nacional, contribuindo para detectar talentos e transformar a vida de muitas crianças.
“Os jovens iniciam nos Jogos Escolares da Juventude o processo de inserção no cenário esportivo nacional, mas o mais importante é dar oportunidade para um número cada vez maior de alunos se inserirem socialmente através do esporte”, disse Edgar, em coletiva de imprensa realizada em João Pessoa.

A capital paraibana sedia, até a próxima quinta-feira (29), os Jogos Escolares da Juventude. Mais de 3,8 mil atletas com idade entre 12 e 14 anos devem participar de competições em 13 modalidades esportivas. O evento, aberto nesta terça (20), receberá delegações nacionais e também um grupo argentino.
De acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o objetivo é identificar atletas com possibilidade de alto rendimento no atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, lutas, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei.
Os Jogos terão duas etapas e, nesta primeira, ocorrem as modalidades individuais, onde a delegação da Paraíba conta com 58 atletas. Até o dia 24 serão disputadas as provas de modalidades individuais. Já de 25 a 29, acontecem as disputas em esportes coletivos.
O Time Brasil que participou dos Jogos Olímpicos Rio 2016 é um exemplo da capacidade de identificação de talentos do evento. Dos 465 atletas brasileiros que disputaram o Rio 2016, 52 passaram pelos Jogos Escolares. Levando-se em conta apenas as modalidades disputadas nos Jogos Escolares, esse número representa 23% da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos.
Para o diretor-geral dos Jogos Escolares da Juventude, Edgar Hubner, a competição já se consolidou no cenário esportivo nacional, contribuindo para detectar talentos e transformar a vida de muitas crianças.
“Os jovens iniciam nos Jogos Escolares da Juventude o processo de inserção no cenário esportivo nacional, mas o mais importante é dar oportunidade para um número cada vez maior de alunos se inserirem socialmente através do esporte”, disse Edgar, em coletiva de imprensa realizada em João Pessoa.