Raimundo Lira pede a senadores que votem com urgência MP que beneficia produtores do Nordeste

lirapedeComo uma voz em defesa do povo nordestino, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) ocupou o microfone de aparte do Plenário do Senado nesta segunda-feira (19) para clamar aos senadores que votem com urgência a Medida Provisória 733/2016, que beneficiará os pequenos, médios e grandes produtores rurais do semiárido da região.

Ao se dirigir ao presidente da Casa, o também nordestino Renan Calheiros (PMDB-AL), Raimundo Lira disse que a MP deveria ter sido nesta segunda-feira, mas a votação terminou sendo adiada para esta terça, devido a um acordo de líderes. Como nordestino, Raimundo Lira disse que o povo do Nordeste está sofrendo muito diante de tantas dificuldades, principalmente, em decorrência da seca que assola a região.

“Essa MP já deveria ter sido votada. Mas é apenas a constatação de que tudo para a nossa região é difícil. São seis anos sem chover, e a transposição do Rio São Francisco, atrasada cinco anos. E o nordestino fica sempre se perguntando, por que para o Nordeste tudo é tão pouco, e tudo é tão difícil?” indagou.

Após o discurso, o senador paraibano fez um novo apelo aos colegas senadores para que votem a MP e, assim, não criem mais uma decepção para o povo nordestino.

A MP 733/2016, editada pelo presidente Michel Temer, traz descontos para a liquidação e renegociação de dívidas de crédito rural para os agricultores das áreas de atuação das Superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam). A Medida Provisória garante aos pequenos agricultores um abatimento de 95% da dívida rural.

Assessoria de Comunicação
Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB

lirapedeComo uma voz em defesa do povo nordestino, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) ocupou o microfone de aparte do Plenário do Senado nesta segunda-feira (19) para clamar aos senadores que votem com urgência a Medida Provisória 733/2016, que beneficiará os pequenos, médios e grandes produtores rurais do semiárido da região.

Ao se dirigir ao presidente da Casa, o também nordestino Renan Calheiros (PMDB-AL), Raimundo Lira disse que a MP deveria ter sido nesta segunda-feira, mas a votação terminou sendo adiada para esta terça, devido a um acordo de líderes. Como nordestino, Raimundo Lira disse que o povo do Nordeste está sofrendo muito diante de tantas dificuldades, principalmente, em decorrência da seca que assola a região.

“Essa MP já deveria ter sido votada. Mas é apenas a constatação de que tudo para a nossa região é difícil. São seis anos sem chover, e a transposição do Rio São Francisco, atrasada cinco anos. E o nordestino fica sempre se perguntando, por que para o Nordeste tudo é tão pouco, e tudo é tão difícil?” indagou.

Após o discurso, o senador paraibano fez um novo apelo aos colegas senadores para que votem a MP e, assim, não criem mais uma decepção para o povo nordestino.

A MP 733/2016, editada pelo presidente Michel Temer, traz descontos para a liquidação e renegociação de dívidas de crédito rural para os agricultores das áreas de atuação das Superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam). A Medida Provisória garante aos pequenos agricultores um abatimento de 95% da dívida rural.

Assessoria de Comunicação
Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB