Multidão vai às ruas no Rosa Cruz e Veneziano denuncia rombo na Prefeitura

O grande número de pessoas que foi às ruas na tarde deste sábado, 24, na região dos bairros Rosa Cruz e Cruzeiro, é a comprovação que o candidato Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), tem seu nome sendo bem avaliado. Em todas as ruas por onde passou, Veneziano tem recebido fortes manifestações de apoio. Muitos populares externaram repúdio diante das recentes denúncias do envolvimento do candidato do PSDB num rombo milionário na Prefeitura.

Para Veneziano, o candidato busca a todo custo ficar no poder porque são muitos os apadrinhados que ele sustentar, com licitações fraudulentas e desvio de recursos públicos.

O esquema movimentou um volume de recursos de quase R$ 25 milhões em 3 anos e seis meses, segundo os dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

Segundo a denúncia, o “jogo de cartas marcadas” que manipulou as licitações de obras e serviços em Campina Grande, e favoreceu aos aliados políticos do atual prefeito Romero Rodrigues (PSDB), envolveu diretamente três construtoras: a Mimosa que entrava só para perder e compor as tomadas de preço, a Santa Luzia” e “Tavarense, que abocanham 95% de todo o dinheiro movimentado para obras em Campina Grande na gestão tucana.

Só a Santa Luzia, venceu 70% das licitações, enquanto que a Tavarense, que tem como sócio, Cristiano Rodrigues da Silva, filho do vereador Buchada, venceu 90% das licitações que disputou.

O POVO NA RUA – A caminhada deste sábado, conforme Veneziano, é o resultado do que seu grupo fez por Campina de 2005 a 2012 e o voto de confiança no que será feito a partir de 2017, com a implantação do VLT, metrô de superfície, com passagem a 1 Real; retorno da revitalização da Feira Central; retomada da pavimentação de mais ruas; reabertura dos restaurantes populares; valorização dos servidores; revitalização dos mercados públicos; entrega da UPA, abandonada pelo prefeito; revitalização da Vila Olímpica de José Pinheiro e entrega da unidade das Malvinas (da mesma forma abandonada pelo prefeito): “E haverá muito mais, com investimentos em Internet de graça nos bairros, praças do conhecimento, a construção do Centro Administrativo, entre outros”, destacou Veneziano.

O grande número de pessoas que foi às ruas na tarde deste sábado, 24, na região dos bairros Rosa Cruz e Cruzeiro, é a comprovação que o candidato Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), tem seu nome sendo bem avaliado. Em todas as ruas por onde passou, Veneziano tem recebido fortes manifestações de apoio. Muitos populares externaram repúdio diante das recentes denúncias do envolvimento do candidato do PSDB num rombo milionário na Prefeitura.

Para Veneziano, o candidato busca a todo custo ficar no poder porque são muitos os apadrinhados que ele sustentar, com licitações fraudulentas e desvio de recursos públicos.

O esquema movimentou um volume de recursos de quase R$ 25 milhões em 3 anos e seis meses, segundo os dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

Segundo a denúncia, o “jogo de cartas marcadas” que manipulou as licitações de obras e serviços em Campina Grande, e favoreceu aos aliados políticos do atual prefeito Romero Rodrigues (PSDB), envolveu diretamente três construtoras: a Mimosa que entrava só para perder e compor as tomadas de preço, a Santa Luzia” e “Tavarense, que abocanham 95% de todo o dinheiro movimentado para obras em Campina Grande na gestão tucana.

Só a Santa Luzia, venceu 70% das licitações, enquanto que a Tavarense, que tem como sócio, Cristiano Rodrigues da Silva, filho do vereador Buchada, venceu 90% das licitações que disputou.

O POVO NA RUA – A caminhada deste sábado, conforme Veneziano, é o resultado do que seu grupo fez por Campina de 2005 a 2012 e o voto de confiança no que será feito a partir de 2017, com a implantação do VLT, metrô de superfície, com passagem a 1 Real; retorno da revitalização da Feira Central; retomada da pavimentação de mais ruas; reabertura dos restaurantes populares; valorização dos servidores; revitalização dos mercados públicos; entrega da UPA, abandonada pelo prefeito; revitalização da Vila Olímpica de José Pinheiro e entrega da unidade das Malvinas (da mesma forma abandonada pelo prefeito): “E haverá muito mais, com investimentos em Internet de graça nos bairros, praças do conhecimento, a construção do Centro Administrativo, entre outros”, destacou Veneziano.