Luciano Cartaxo é reeleito prefeito de João Pessoa com 59,67% dos votos válidos

cartaxoLuciano Cartaxo (PSD) foi reeleito prefeito de João Pessoa, neste domingo (2), com 222.689 votos, ou de 59,67% do número total de votos válidos. O vice é Manoel Júnior (PMDB).
Cida Ramos (PSB) ficou em segundo lugar nas Eleições, com 125.146 votos, ou 33,54%. Professor Charliton (PT) foi o terceiro mais votado, com apoio de 16.528 eleitores, 4,43% do total. Victor Hugo (PSOL) recebeu 8.814 votos, 2,36%, e ficou em quarto lugar. Votos brancos e nulos somaram 13,9%, ou 60.270 votos.

Propostas de governo
Durante a campanha, Luciano Cartaxo prometeu investimentos em Esporte e Lazer, Saúde, Mobilidade, Arte e Cultura, Habitação e Economia, mas a maior parte de ações para o segundo mandato prevista no plano de governo foca o setor de Educação.
Ele disse que planeja tornar João Pessoa a capital nordestina com maior número de vagas na educação infantil; criar mais 15 creches em tempo integral; implantar berçários em todas as creches municipais.
Cartaxo também promete criar centros de apoio ao ensino integral; ofertar língua estrangeira a todos os alunos do ensino fundamental; entregar centro para formação e bem-estar de professores e realizar novo concurso para a rede de ensino.

Perfil
Candidato à reeleição, Luciano Cartaxo é natural de Sousa, Sertão paraibano. Ele se mudou para João Pessoa aos 10 anos de idade. Na década de 1980, começou a estudar Farmácia na UFPB, período em que também iniciou trajetória política, sendo coordenador do Centro Acadêmico e secretário-geral do Diretório Central de Estudantes.
Em 1995, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) e, dois anos depois, foi eleito vereador pela primeira vez. Em 2009, assumiu mandato de vice-governador, na gestão encabeçada por José Maranhão (PMDB), após cassação do então chefe do executivo Cássio Cunha Lima (PSDB).
Em 2011, Luciano Cartaxo foi eleito deputado estadual com 24.296 votos. O petista, porém, não concluiu mandato, pois em 2013 assumiu a prefeitura de João Pessoa. Ele saiu vitorioso do segundo turno ao receber 246,5 mil votos, cerca de 68,13% de apoio nas urnas. Em 2015, o candidato anunciou desfiliação do Partido dos Trabalhadores e ingressou no Partido Social Democrático (PSD).

cartaxoLuciano Cartaxo (PSD) foi reeleito prefeito de João Pessoa, neste domingo (2), com 222.689 votos, ou de 59,67% do número total de votos válidos. O vice é Manoel Júnior (PMDB).
Cida Ramos (PSB) ficou em segundo lugar nas Eleições, com 125.146 votos, ou 33,54%. Professor Charliton (PT) foi o terceiro mais votado, com apoio de 16.528 eleitores, 4,43% do total. Victor Hugo (PSOL) recebeu 8.814 votos, 2,36%, e ficou em quarto lugar. Votos brancos e nulos somaram 13,9%, ou 60.270 votos.

Propostas de governo
Durante a campanha, Luciano Cartaxo prometeu investimentos em Esporte e Lazer, Saúde, Mobilidade, Arte e Cultura, Habitação e Economia, mas a maior parte de ações para o segundo mandato prevista no plano de governo foca o setor de Educação.
Ele disse que planeja tornar João Pessoa a capital nordestina com maior número de vagas na educação infantil; criar mais 15 creches em tempo integral; implantar berçários em todas as creches municipais.
Cartaxo também promete criar centros de apoio ao ensino integral; ofertar língua estrangeira a todos os alunos do ensino fundamental; entregar centro para formação e bem-estar de professores e realizar novo concurso para a rede de ensino.

Perfil
Candidato à reeleição, Luciano Cartaxo é natural de Sousa, Sertão paraibano. Ele se mudou para João Pessoa aos 10 anos de idade. Na década de 1980, começou a estudar Farmácia na UFPB, período em que também iniciou trajetória política, sendo coordenador do Centro Acadêmico e secretário-geral do Diretório Central de Estudantes.
Em 1995, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) e, dois anos depois, foi eleito vereador pela primeira vez. Em 2009, assumiu mandato de vice-governador, na gestão encabeçada por José Maranhão (PMDB), após cassação do então chefe do executivo Cássio Cunha Lima (PSDB).
Em 2011, Luciano Cartaxo foi eleito deputado estadual com 24.296 votos. O petista, porém, não concluiu mandato, pois em 2013 assumiu a prefeitura de João Pessoa. Ele saiu vitorioso do segundo turno ao receber 246,5 mil votos, cerca de 68,13% de apoio nas urnas. Em 2015, o candidato anunciou desfiliação do Partido dos Trabalhadores e ingressou no Partido Social Democrático (PSD).