PM atira e mata motociclista armado que tentou fugir de blitz na Orla de João Pessoa

Um motociclista morreu após ser baleado na cabeça pela Polícia Militar ao tentar fugir de uma blitz realizada na Avenida João Maurício, no bairro de Manaíra, na Orla Marítima de João Pessoa, na noite desta sexta-feira (21). Segundo a PM, o ocupante da moto estava armado e teria tentado disparar contra a guarnição que agia na ação, que fazia parte da operação denominada ‘Impacto’. Na mesma noite, um jovem foi assassinado no Litoral Sul da Paraíba.

No caso da Capital, alguns celulares, supostamente roubados, foram encontrados com o suspeito baleado. A polícia informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi mobilizado, mas o homem morreu ao ser conduzido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. A identidade dele não foi revelada. O corpo dele seria direcionado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal de João Pessoa.

Na cidade do Conde, na porção Sul da Grande João Pessoa, um marceneiro de 23 anos foi morto a tiros em um bar situado em uma localidade conhecida como ‘Rua do Risca Faca’. Segundo o cabo Lindenberg, da PM da cidade próxima de Alhandra, que fica responsável pelas ocorrências da região, dois homens não identificados, que trafegavam em uma motocicleta, chegaram ao estabelecimento, onde a vítima estaria bebendo, efetuaram disparos e fugiram em seguida para destino desconhecido.
Até o fechamento desta matéria, ninguém foi preso como suspeito do atentado e as motivações para o ato não foram apuradas. O corpo do jovem também seria encaminhado para a Gemol da Capital.
Portalcorreio

Um motociclista morreu após ser baleado na cabeça pela Polícia Militar ao tentar fugir de uma blitz realizada na Avenida João Maurício, no bairro de Manaíra, na Orla Marítima de João Pessoa, na noite desta sexta-feira (21). Segundo a PM, o ocupante da moto estava armado e teria tentado disparar contra a guarnição que agia na ação, que fazia parte da operação denominada ‘Impacto’. Na mesma noite, um jovem foi assassinado no Litoral Sul da Paraíba.

No caso da Capital, alguns celulares, supostamente roubados, foram encontrados com o suspeito baleado. A polícia informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi mobilizado, mas o homem morreu ao ser conduzido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. A identidade dele não foi revelada. O corpo dele seria direcionado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal de João Pessoa.

Na cidade do Conde, na porção Sul da Grande João Pessoa, um marceneiro de 23 anos foi morto a tiros em um bar situado em uma localidade conhecida como ‘Rua do Risca Faca’. Segundo o cabo Lindenberg, da PM da cidade próxima de Alhandra, que fica responsável pelas ocorrências da região, dois homens não identificados, que trafegavam em uma motocicleta, chegaram ao estabelecimento, onde a vítima estaria bebendo, efetuaram disparos e fugiram em seguida para destino desconhecido.
Até o fechamento desta matéria, ninguém foi preso como suspeito do atentado e as motivações para o ato não foram apuradas. O corpo do jovem também seria encaminhado para a Gemol da Capital.
Portalcorreio