Após roubar celular, ladrão é assaltando e reclama da violência

agredidoUm jovem de 18 anos roubou dois celulares e teve os mesmos aparelhos roubados cerca de 10 minutos depois na cidade de Sobral, no interior do Ceará, neste domingo (23). De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues de Sousa, que havia assaltado uma mulher e levado os celulares, se recusou a dar os telefones aos outros dois suspeitos e foi agredido.
“Na chegada à delegacia, o Adreys pediu ao delegado plantonistas pra registrar um boletim de ocorrência contra os dois que roubaram ele, que foram identificados apenas por Natan e Boquinha”, relata o inspetor da Polícia Civil Inácio Prado.
De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues assaltou uma mulher que saía de uma igreja no Parque da Cidade, por volta das 9h. A vítima comunicou o crime à Polícia Militar, que localizou o suspeito cerca de 10 minutos depois com marcas de agressão.
“Quando foi abordado, ainda tentou fugir, mas estava muito machucado e viu a PM o havia cercado e se rendeu, pedindo que fossem presos os dois que assaltaram ele”, explica o policial. Além do roubo, Adreys denunciou Natan e “Boquinha” à Polícia Civil por lesão corporal.
“Nós já estávamos com a vítima na viatura, que reconheceu ele de imediato. O mais inusitado é que ele fez um boletim de ocorrência e reclamou da violência”, relatou o sargento da Polícia Militar Frota.
Até a tarde desta segunda, os suspeitos de assaltar Adreys Rodrigues não foram localizados. Após prestar depoimento – assumindo o crime, de acordo com Polícia Civil –, Adrys foi encaminhado à Cadeia Pública de Sobral.
G1

agredidoUm jovem de 18 anos roubou dois celulares e teve os mesmos aparelhos roubados cerca de 10 minutos depois na cidade de Sobral, no interior do Ceará, neste domingo (23). De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues de Sousa, que havia assaltado uma mulher e levado os celulares, se recusou a dar os telefones aos outros dois suspeitos e foi agredido.
“Na chegada à delegacia, o Adreys pediu ao delegado plantonistas pra registrar um boletim de ocorrência contra os dois que roubaram ele, que foram identificados apenas por Natan e Boquinha”, relata o inspetor da Polícia Civil Inácio Prado.
De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues assaltou uma mulher que saía de uma igreja no Parque da Cidade, por volta das 9h. A vítima comunicou o crime à Polícia Militar, que localizou o suspeito cerca de 10 minutos depois com marcas de agressão.
“Quando foi abordado, ainda tentou fugir, mas estava muito machucado e viu a PM o havia cercado e se rendeu, pedindo que fossem presos os dois que assaltaram ele”, explica o policial. Além do roubo, Adreys denunciou Natan e “Boquinha” à Polícia Civil por lesão corporal.
“Nós já estávamos com a vítima na viatura, que reconheceu ele de imediato. O mais inusitado é que ele fez um boletim de ocorrência e reclamou da violência”, relatou o sargento da Polícia Militar Frota.
Até a tarde desta segunda, os suspeitos de assaltar Adreys Rodrigues não foram localizados. Após prestar depoimento – assumindo o crime, de acordo com Polícia Civil –, Adrys foi encaminhado à Cadeia Pública de Sobral.
G1