Após contratar meia, Raposa dispensa três jogadores

O lateral-direito Everaldo e os atacantes Júnior Chicão e Vanger não vão ficar no Campinense para a temporada do próximo ano. Foi o que afirmou o gerente de futebol do clube, Marquinhos Marabá, que disse ainda que a dispensa aconteceu por opção da comissão técnica e da diretoria rubro-negra.
O caso do atacante Júnior Chicão é o que chama mais atenção. Isto porque, ao fim da Série D do Campeonato Brasileiro, quando o jogador estava sendo bastante questionado pela torcida da Raposa, por conta das más atuações, o presidente do clube, William Simões, bancou a permanência do atleta e chegou a declarar que acreditava na volta por cima de Chicão em 2017.
Já as saídas de Vanger e Everaldo não surpreendem tanto assim. No caso de Vanger, que chegou do Cuiabá para a reta final da Série D deste ano, as poucas oportunidades com o treinador Paulo Moroni atrapalharam o rendimento do atleta com a camisa da Raposa. Everaldo, por sua vez, nunca foi uma unanimidade no clube.
Se os três deixam o Campinense, a diretoria anunciou, também nessa segunda-feira, a contratação do meia Marcos Paulo, que estava no Moto Club e chega para ser o novo camisa 10 da Raposa nas competições do ano que vem.
Globoesporte

O lateral-direito Everaldo e os atacantes Júnior Chicão e Vanger não vão ficar no Campinense para a temporada do próximo ano. Foi o que afirmou o gerente de futebol do clube, Marquinhos Marabá, que disse ainda que a dispensa aconteceu por opção da comissão técnica e da diretoria rubro-negra.
O caso do atacante Júnior Chicão é o que chama mais atenção. Isto porque, ao fim da Série D do Campeonato Brasileiro, quando o jogador estava sendo bastante questionado pela torcida da Raposa, por conta das más atuações, o presidente do clube, William Simões, bancou a permanência do atleta e chegou a declarar que acreditava na volta por cima de Chicão em 2017.
Já as saídas de Vanger e Everaldo não surpreendem tanto assim. No caso de Vanger, que chegou do Cuiabá para a reta final da Série D deste ano, as poucas oportunidades com o treinador Paulo Moroni atrapalharam o rendimento do atleta com a camisa da Raposa. Everaldo, por sua vez, nunca foi uma unanimidade no clube.
Se os três deixam o Campinense, a diretoria anunciou, também nessa segunda-feira, a contratação do meia Marcos Paulo, que estava no Moto Club e chega para ser o novo camisa 10 da Raposa nas competições do ano que vem.
Globoesporte