Treze passa a perna no Campinense e anuncia Marcelinho Paraíba

marcelinhopbO retorno do meia Marcelinho Paraíba ao futebol paraibano foi concretizado nesta segunda-feira (28), quando jogador foi anunciado pelo Treze. A contratação do atleta se consolidou no final da manhã desta segunda-feira (28), quando a juíza do Trabalho Maria Iris Diógenes Bezerra concedeu liminar ao jogador e em desfavor do Inter de Lages-SC.

O time catarinense, detentor dos direitos federativos do armador até dezembro de 2017, terá que liberá-lo imediatamente para o Galo.

Para conseguir a liminar, os advogados de Marcelinho argumentaram que o Esporte Clube Internacional “não vem cumprindo com as suas obrigações legais, (…) em especial as obrigações do depósito fundiário”.

A magistrada acatou ainda a alegação de que, nesses termos, os catarinense não podem segurar o jogador, que “tem proposta para assinar contrato de trabalho com o Treze Futebol Clube, cuja apresentação dos jogadores e a pré-temporada com treinamentos se iniciará neste próximo final de semana dia 25/11/2016” e “Como se sabe, o futebol profissional é um esporte de alto rendimento, de modo que … precisa assinar o contrato e iniciar imediatamente os treinos com o seu novo clube, para não perder a sua capacidade laborativa que depende necessariamente do seu desempenho físico a qual somente se mantém com os treinamentos”, conforme versa seu despacho.

Marcelinho Paraíba já assinou o vínculo contratual com o Galo. A direção alvinegra está esperando todas as partes serem notificadas, dentre as quais a CBF, para dar entrada no registro do contrato do jogador junto à entidade nacional.

A novela
Primeiro foi a negociação, o acerto e até o anúncio oficial por parte do Campinense. O negócio não prosperou e a Raposa desistiu de contar com o jogador, que saiu das categorias de base rubro-negras para ganhar fama no mundo inteiro, até chegar a vestir a camisa da Seleção Brasileira.

Mesmo sem uma palavra oficial da direção do Treze, o clube estava esse tempo todo, “pari passu” com o rival, tentando a contratação do filho de Pedrinho Cangula, ídolo raposeiro na década de 1970.

Com a desistência do Campinense, cresceram as chances do Galo.

Há algumas semanas as especulações sobre a ida do raposeiro declarado Marcelinho para o Treze aumentaram após uma foto postada em uma rede social. Na imagem, o atacante Geraldinho, também natural de Campina Grande e recém contratado pelo Alvionegro, posa ao lado do meia, com a seguinte legenda: em breve voltaremos a jogar juntos. Ambos atuaram pelo Inter-SC na Série D 2016.
Voz da Torcida

marcelinhopbO retorno do meia Marcelinho Paraíba ao futebol paraibano foi concretizado nesta segunda-feira (28), quando jogador foi anunciado pelo Treze. A contratação do atleta se consolidou no final da manhã desta segunda-feira (28), quando a juíza do Trabalho Maria Iris Diógenes Bezerra concedeu liminar ao jogador e em desfavor do Inter de Lages-SC.

O time catarinense, detentor dos direitos federativos do armador até dezembro de 2017, terá que liberá-lo imediatamente para o Galo.

Para conseguir a liminar, os advogados de Marcelinho argumentaram que o Esporte Clube Internacional “não vem cumprindo com as suas obrigações legais, (…) em especial as obrigações do depósito fundiário”.

A magistrada acatou ainda a alegação de que, nesses termos, os catarinense não podem segurar o jogador, que “tem proposta para assinar contrato de trabalho com o Treze Futebol Clube, cuja apresentação dos jogadores e a pré-temporada com treinamentos se iniciará neste próximo final de semana dia 25/11/2016” e “Como se sabe, o futebol profissional é um esporte de alto rendimento, de modo que … precisa assinar o contrato e iniciar imediatamente os treinos com o seu novo clube, para não perder a sua capacidade laborativa que depende necessariamente do seu desempenho físico a qual somente se mantém com os treinamentos”, conforme versa seu despacho.

Marcelinho Paraíba já assinou o vínculo contratual com o Galo. A direção alvinegra está esperando todas as partes serem notificadas, dentre as quais a CBF, para dar entrada no registro do contrato do jogador junto à entidade nacional.

A novela
Primeiro foi a negociação, o acerto e até o anúncio oficial por parte do Campinense. O negócio não prosperou e a Raposa desistiu de contar com o jogador, que saiu das categorias de base rubro-negras para ganhar fama no mundo inteiro, até chegar a vestir a camisa da Seleção Brasileira.

Mesmo sem uma palavra oficial da direção do Treze, o clube estava esse tempo todo, “pari passu” com o rival, tentando a contratação do filho de Pedrinho Cangula, ídolo raposeiro na década de 1970.

Com a desistência do Campinense, cresceram as chances do Galo.

Há algumas semanas as especulações sobre a ida do raposeiro declarado Marcelinho para o Treze aumentaram após uma foto postada em uma rede social. Na imagem, o atacante Geraldinho, também natural de Campina Grande e recém contratado pelo Alvionegro, posa ao lado do meia, com a seguinte legenda: em breve voltaremos a jogar juntos. Ambos atuaram pelo Inter-SC na Série D 2016.
Voz da Torcida