Atlético Nacional pede que Conmebol dê título da Sul-Americana para a Chapecoense

O Atlético Nacional de Medellin se manifestou oficialmente após a tragédia que vitimou mais de 70 pessoas, incluindo toda comissão técnica e quase todos os jogadores da Chapecoense, que viajavam para a Colômbia onde enfrentariam o Atlético na primeira partida da final da Copa Sul-Americana. Na nota, o time colombiano pede que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) dê o título Sul-Americano ao time brasileiro.

“O Atlético Nacional pede a Conmebol que o título da Copa Sul-Americana seja entregue a Associação Chapecoense de Futebol em honra e memória às vítimas do acidente fatal. De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016″, diz a nota do Atlético Nacional.

Além dos jogadores, direção e comissão técnica, jornalistas brasileiros que iriam cobrir o jogo entre Atlético e Chapecoense também morreram.
O acidente

O avião que leva a delegação da Chapecoense caiu por volta das 1h15 (horário de Brasília) desta terça-feira (29).

Ao todo, 81 pessoas estavam a bordo, sendo 72 passageiros e nove tripulantes. Segundo divulgado pelo Aeroporto José María Córdova, de Rionegro, que acompanhou a situação no Twitter, as condições climáticas dificultaram o acesso ao local da queda, que só pôde ser feito por terra.

Em texto divulgado no Twitter, o aeroporto informou que a torre de controle recebeu às 22h, hora de Bogotá (1h15, horário de Brasília), comunicado do piloto de que o avião, da empresa Lamia Corporation, procedente de Santa Cruz de la Sierra, estava em situação de emergência, entre o município de La Ceja e La Unión, com falhas elétricas.

O Atlético Nacional de Medellin se manifestou oficialmente após a tragédia que vitimou mais de 70 pessoas, incluindo toda comissão técnica e quase todos os jogadores da Chapecoense, que viajavam para a Colômbia onde enfrentariam o Atlético na primeira partida da final da Copa Sul-Americana. Na nota, o time colombiano pede que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) dê o título Sul-Americano ao time brasileiro.

“O Atlético Nacional pede a Conmebol que o título da Copa Sul-Americana seja entregue a Associação Chapecoense de Futebol em honra e memória às vítimas do acidente fatal. De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016″, diz a nota do Atlético Nacional.

Além dos jogadores, direção e comissão técnica, jornalistas brasileiros que iriam cobrir o jogo entre Atlético e Chapecoense também morreram.
O acidente

O avião que leva a delegação da Chapecoense caiu por volta das 1h15 (horário de Brasília) desta terça-feira (29).

Ao todo, 81 pessoas estavam a bordo, sendo 72 passageiros e nove tripulantes. Segundo divulgado pelo Aeroporto José María Córdova, de Rionegro, que acompanhou a situação no Twitter, as condições climáticas dificultaram o acesso ao local da queda, que só pôde ser feito por terra.

Em texto divulgado no Twitter, o aeroporto informou que a torre de controle recebeu às 22h, hora de Bogotá (1h15, horário de Brasília), comunicado do piloto de que o avião, da empresa Lamia Corporation, procedente de Santa Cruz de la Sierra, estava em situação de emergência, entre o município de La Ceja e La Unión, com falhas elétricas.