Vereador eleito tem carro furtado enquanto assistia à sessão na Câmara

O vereador Gilmar Petry (PPS) – eleito nas últimas eleições municipais, em outubro deste ano – teve o carro furtado enquanto assistia à sessão na Câmara Municipal de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. A situação aconteceu na manhã de quinta-feira (1º).
Gilmar Petry contou ao G1 que foi assistir à sessão para ficar por dentro do que está acontecendo, já que vai assumir o cargo em 1º de janeiro de 2017.
“Pra ir me entrosando, pegando os assuntos. As votações de agora interessam o próximo mandato, então quero estar participando, me inteirando, estar me familiarizando com os vereadores que foram reeleitos”, disse o parlamentar.
Ele deixou o automóvel, um Gol branco de 1993, no pátio ao lado da Câmara que, segundo ele, pertence à Casa. “É um pátio aberto, as pessoas param [os veículos] ali”, explicou. A Câmara Municipal confirmou que o pátio pertence à Casa.
Ao sair da sessão, o carro não estava mais no local. Gilmar Petry contou que ficou na Câmara Municipal das 10h ao meio-dia. Conforme o parlamentar, ninguém testemunhou o furto. “Não tem movimento na rua. É uma rua de pouco movimento de gente, o pessoal estaciona e já sai”, relatou.
Esta foi a segunda vez que ele teve um automóvel furtado. “Roubaram uma vez em Curitiba, há anos. E era um Gol branco também”, lembrou.
O vereador afirmou que fez um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia de Fazenda Rio Grande. Até a tarde desta sexta (2), o carro não havia sido encontrado. “Ainda não acharam, estou aguardando informações”.
G1

O vereador Gilmar Petry (PPS) – eleito nas últimas eleições municipais, em outubro deste ano – teve o carro furtado enquanto assistia à sessão na Câmara Municipal de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. A situação aconteceu na manhã de quinta-feira (1º).
Gilmar Petry contou ao G1 que foi assistir à sessão para ficar por dentro do que está acontecendo, já que vai assumir o cargo em 1º de janeiro de 2017.
“Pra ir me entrosando, pegando os assuntos. As votações de agora interessam o próximo mandato, então quero estar participando, me inteirando, estar me familiarizando com os vereadores que foram reeleitos”, disse o parlamentar.
Ele deixou o automóvel, um Gol branco de 1993, no pátio ao lado da Câmara que, segundo ele, pertence à Casa. “É um pátio aberto, as pessoas param [os veículos] ali”, explicou. A Câmara Municipal confirmou que o pátio pertence à Casa.
Ao sair da sessão, o carro não estava mais no local. Gilmar Petry contou que ficou na Câmara Municipal das 10h ao meio-dia. Conforme o parlamentar, ninguém testemunhou o furto. “Não tem movimento na rua. É uma rua de pouco movimento de gente, o pessoal estaciona e já sai”, relatou.
Esta foi a segunda vez que ele teve um automóvel furtado. “Roubaram uma vez em Curitiba, há anos. E era um Gol branco também”, lembrou.
O vereador afirmou que fez um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia de Fazenda Rio Grande. Até a tarde desta sexta (2), o carro não havia sido encontrado. “Ainda não acharam, estou aguardando informações”.
G1