Sobe para 40 número de mortos em explosão de caminhão-tanque no Quênia

queniaAo menos 40 pessoas morreram na explosão de um caminhão-tanque no sábado (10) no Quênia, segundo um novo balanço divulgado nesta segunda-feira pelas autoridades.
“Foram encontrados outros seis corpos, que foram transferidos ao necrotério. Estavam tão queimados que é impossível identificá-los”, declarou à AFP um oficial da polícia.
O diretor da unidade nacional de gestão de desastres, o coronel Nathaniel Kigotho, confirmou o número divulgado nesta segunda-feira pela imprensa.
“Todos os corpos serão submetidos a testes de DNA para ser identificados e entregues aos seus parentes”, disse Kigotho, que considerou que isso levará cerca de duas semanas.
O caminhão explodiu depois de se chocar acidentalmente contra outros veículos no sábado em uma estrada perto da cidade de Naivasha.
Onze veículos foram atingidos pelas chamas do caminhão.
A Cruz Vermelha queniana indicou que o acidente ocorreu depois que o motorista perdeu o controle do caminhão.
O acidente foi registrado na movimentada estrada Nairobi-Nakuru, principal eixo rodoviário do país que une a capital Nairóbi com o oeste e Uganda.
George Rono dirigia pela estrada quando viu o caminhão se chocar contra os demais automóveis.
“Ouvimos os carros colidirem ao mesmo tempo e depois uma forte explosão seguida de fogo, e naquele momento saí do meu automóvel, quando o fogo se espalhava, mas felizmente não chegou onde estávamos”, contou Rono.
“O fogo foi tão enorme que as pessoas não podiam se aproximar até os bombeiros chegarem e ajudarem a sufocá-lo. Todos os veículos ao nosso redor estavam ardendo”, disse outra testemunha.
G1

queniaAo menos 40 pessoas morreram na explosão de um caminhão-tanque no sábado (10) no Quênia, segundo um novo balanço divulgado nesta segunda-feira pelas autoridades.
“Foram encontrados outros seis corpos, que foram transferidos ao necrotério. Estavam tão queimados que é impossível identificá-los”, declarou à AFP um oficial da polícia.
O diretor da unidade nacional de gestão de desastres, o coronel Nathaniel Kigotho, confirmou o número divulgado nesta segunda-feira pela imprensa.
“Todos os corpos serão submetidos a testes de DNA para ser identificados e entregues aos seus parentes”, disse Kigotho, que considerou que isso levará cerca de duas semanas.
O caminhão explodiu depois de se chocar acidentalmente contra outros veículos no sábado em uma estrada perto da cidade de Naivasha.
Onze veículos foram atingidos pelas chamas do caminhão.
A Cruz Vermelha queniana indicou que o acidente ocorreu depois que o motorista perdeu o controle do caminhão.
O acidente foi registrado na movimentada estrada Nairobi-Nakuru, principal eixo rodoviário do país que une a capital Nairóbi com o oeste e Uganda.
George Rono dirigia pela estrada quando viu o caminhão se chocar contra os demais automóveis.
“Ouvimos os carros colidirem ao mesmo tempo e depois uma forte explosão seguida de fogo, e naquele momento saí do meu automóvel, quando o fogo se espalhava, mas felizmente não chegou onde estávamos”, contou Rono.
“O fogo foi tão enorme que as pessoas não podiam se aproximar até os bombeiros chegarem e ajudarem a sufocá-lo. Todos os veículos ao nosso redor estavam ardendo”, disse outra testemunha.
G1