Mãe e filha tentam dar golpe, subornar PMs e são presas em Ribeirão Preto

Duas mulheres foram presas na tarde desta terça-feira (13) em Ribeirão Preto (SP) por estelionato, corrupção ativa e outros crimes. Mãe e filha foram até um supermercado do município onde tentaram adquirir um cartão para fazer compras no estabelecimento utilizando documentos falsos em nome de outra pessoa. Inicialmente apenas a suspeita mais velha seria presa, mas a filha também foi detida após tentar subornar os policiais para liberar sua mãe.
De acordo com informações da Polícia Civil, a PM foi acionada logo após a primeira suspeita ter chegado ao supermercado. Usando documentos falsos em nome de outra pessoa, ela tentou criar um cadastro para obter um cartão para efetuar compras no próprio estabelecimento.
Ao chegar no comércio, os policiais militares foram recebidos pelo gerente que indicou aos agentes onde a suspeita se encontrava. Ao interrogá-la, a mulher apresentou documentos com sua foto, mas em nome de outra pessoa. Nervosa, ela resolveu revelar o nome verdadeiro e inicialmente disse que agia sozinha.
Depois de ser informada que o supermercado possuía sistema de vigilância ela contou que estava acompanhada da filha, que se encontrava no estacionamento dentro de um carro. Inconformada com a ação, a mulher mais velha tentou subornar os policiais para ser liberada e ofereceu a quantia de R$ 3 mil aos agentes.
Momentos depois de fazer a proposta, a filha da suspeita chegou onde sua mãe se encontrava e apresentou o dinheiro aos policiais. As duas receberam voz de prisão dentro do próprio estabelecimento. A mãe foi detida pelos crimes de falsificação de documento público, uso de documento falso, estelionato de forma tentada e corrupção ativa. Já a filha foi autuada por corrupção ativa.
As duas suspeitas foram presas em flagrante. O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Ribeirão Preto.
G1

Duas mulheres foram presas na tarde desta terça-feira (13) em Ribeirão Preto (SP) por estelionato, corrupção ativa e outros crimes. Mãe e filha foram até um supermercado do município onde tentaram adquirir um cartão para fazer compras no estabelecimento utilizando documentos falsos em nome de outra pessoa. Inicialmente apenas a suspeita mais velha seria presa, mas a filha também foi detida após tentar subornar os policiais para liberar sua mãe.
De acordo com informações da Polícia Civil, a PM foi acionada logo após a primeira suspeita ter chegado ao supermercado. Usando documentos falsos em nome de outra pessoa, ela tentou criar um cadastro para obter um cartão para efetuar compras no próprio estabelecimento.
Ao chegar no comércio, os policiais militares foram recebidos pelo gerente que indicou aos agentes onde a suspeita se encontrava. Ao interrogá-la, a mulher apresentou documentos com sua foto, mas em nome de outra pessoa. Nervosa, ela resolveu revelar o nome verdadeiro e inicialmente disse que agia sozinha.
Depois de ser informada que o supermercado possuía sistema de vigilância ela contou que estava acompanhada da filha, que se encontrava no estacionamento dentro de um carro. Inconformada com a ação, a mulher mais velha tentou subornar os policiais para ser liberada e ofereceu a quantia de R$ 3 mil aos agentes.
Momentos depois de fazer a proposta, a filha da suspeita chegou onde sua mãe se encontrava e apresentou o dinheiro aos policiais. As duas receberam voz de prisão dentro do próprio estabelecimento. A mãe foi detida pelos crimes de falsificação de documento público, uso de documento falso, estelionato de forma tentada e corrupção ativa. Já a filha foi autuada por corrupção ativa.
As duas suspeitas foram presas em flagrante. O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Ribeirão Preto.
G1