Ricardo Coutinho desiste de licença e Ligia não vai mais assumir o governo do Estado

O governador Ricardo Coutinho (PSB) desistiu de tirar uma licença do cargo. A informação foi confirmada por ele durante uma solenidade realizada na cidade de Campina Grande nesta quarta-feira (21).

Segundo ele, a motivação foi um problema pessoal e por isso teria que cancelar a licença. Assim não haverá o revezamento no Governo Estadual onde a vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT), o deputado estadual e presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB) e o presidente do Tribunal de Justiça, Marcos Cavalcanti deveriam assumir Estado.

“Estava programado que eu me licenciaria a partir de sexta-feira para um período de descanso, durante as festa de fim de ano. Mas aconteceu um problema particular que me impossibilitou de me ausentar do governo”, explicou.

 

O governador Ricardo Coutinho (PSB) desistiu de tirar uma licença do cargo. A informação foi confirmada por ele durante uma solenidade realizada na cidade de Campina Grande nesta quarta-feira (21).

Segundo ele, a motivação foi um problema pessoal e por isso teria que cancelar a licença. Assim não haverá o revezamento no Governo Estadual onde a vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT), o deputado estadual e presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB) e o presidente do Tribunal de Justiça, Marcos Cavalcanti deveriam assumir Estado.

“Estava programado que eu me licenciaria a partir de sexta-feira para um período de descanso, durante as festa de fim de ano. Mas aconteceu um problema particular que me impossibilitou de me ausentar do governo”, explicou.