“Todas as indústrias da Paraíba foram ampliadas no ano de 2016”, diz o presidente da FIEP

ampliacaoO presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Benevides Gadelha, comentou sobre a evolução e diminuição de vendas na indústria paraibana e destacou que os setores que mais declararam benefícios foram o têxtil e o calçadista.
Ele explicou que a arrecadação das médias e grandes empresas caiu no mês de outubro, tendo um pequeno crescimento no mês de novembro deste ano.
– O setor têxtil saiu bem, foi ampliado no nosso Estado e chegou a exportar até produtos acabados para a China. É um setor extremamente competitivo. Todas as indústrias do estado da Paraíba foram ampliadas no ano de 2016 numa demonstração clara de que eles estão confiantes – colocou.
O presidente da FIEP também declarou que o setor que fornece para a construção civil também sofreu uma queda, já que a área abrange mais segmentos.
Ele ressaltou que a história de que o país estava quebrado não passa de uma farsa, afirmando que o Brasil possui muito dinheiro no Tesouro Nacional.
– No Brasil sobra dinheiro por todos os cantos. O Brasil tem uma reserva cambial de 370 bilhões de dólares. O Tesouro Nacional do Brasil tem 600 bilhões no BNDS – explicou
As informações foram concedidas à Rádio Caturité AM.

ampliacaoO presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Benevides Gadelha, comentou sobre a evolução e diminuição de vendas na indústria paraibana e destacou que os setores que mais declararam benefícios foram o têxtil e o calçadista.
Ele explicou que a arrecadação das médias e grandes empresas caiu no mês de outubro, tendo um pequeno crescimento no mês de novembro deste ano.
– O setor têxtil saiu bem, foi ampliado no nosso Estado e chegou a exportar até produtos acabados para a China. É um setor extremamente competitivo. Todas as indústrias do estado da Paraíba foram ampliadas no ano de 2016 numa demonstração clara de que eles estão confiantes – colocou.
O presidente da FIEP também declarou que o setor que fornece para a construção civil também sofreu uma queda, já que a área abrange mais segmentos.
Ele ressaltou que a história de que o país estava quebrado não passa de uma farsa, afirmando que o Brasil possui muito dinheiro no Tesouro Nacional.
– No Brasil sobra dinheiro por todos os cantos. O Brasil tem uma reserva cambial de 370 bilhões de dólares. O Tesouro Nacional do Brasil tem 600 bilhões no BNDS – explicou
As informações foram concedidas à Rádio Caturité AM.