Botafogo-PB surpreende na estreia e vence o Vasco em SP

Campeão da edição de 1992, o Vasco iniciou com derrota a busca pelo seu segundo título da Copa São Paulo de Juniores. Mesmo com muitas oportunidades de gol criadas, foi o Botafogo-PB que venceu por 1 a 0 o duelo desta terça-feira, no Estádio Luisão, em São Carlos, pela primeira rodada do Grupo 9.

PRIMEIRO TEMPO
Os primeiros 45 minutos foram de muito equilíbrio. O Vasco tinha Paulo Vítor como principal caminho para chegar ao ataque, mas a defesa do Botafogo conseguiu se manter firme para conter a pressão inicial. Aos poucos, a equipe paraibana foi aproveitando os espaços e criou oportunidades. Num primeiro momento, o goleiro vascaíno João Pedro fez boas defesas, mas falhou ao não cortar o cruzamento que encontrou Walter. Ele se esticou para abrir o placar aos 33 minutos

SEGUNDO TEMPO
Com alterações, o Vasco voltou para o segundo tempo mais ofensivo e conseguiu chegar com mais força ao ataque. Principalmente com Patrick e Paulo Vítor, a equipe cruz-maltina pressionou o Botafogo, mas parou nas boas defesas do goleiro Sancler.
Globo Esporte

Campeão da edição de 1992, o Vasco iniciou com derrota a busca pelo seu segundo título da Copa São Paulo de Juniores. Mesmo com muitas oportunidades de gol criadas, foi o Botafogo-PB que venceu por 1 a 0 o duelo desta terça-feira, no Estádio Luisão, em São Carlos, pela primeira rodada do Grupo 9.

PRIMEIRO TEMPO
Os primeiros 45 minutos foram de muito equilíbrio. O Vasco tinha Paulo Vítor como principal caminho para chegar ao ataque, mas a defesa do Botafogo conseguiu se manter firme para conter a pressão inicial. Aos poucos, a equipe paraibana foi aproveitando os espaços e criou oportunidades. Num primeiro momento, o goleiro vascaíno João Pedro fez boas defesas, mas falhou ao não cortar o cruzamento que encontrou Walter. Ele se esticou para abrir o placar aos 33 minutos

SEGUNDO TEMPO
Com alterações, o Vasco voltou para o segundo tempo mais ofensivo e conseguiu chegar com mais força ao ataque. Principalmente com Patrick e Paulo Vítor, a equipe cruz-maltina pressionou o Botafogo, mas parou nas boas defesas do goleiro Sancler.
Globo Esporte