Presidente do Treze, Petrônio Gadelha morre em CG

gadelhaO presidente do Treze, Petrônio Gadelha, morreu, na madrugada desta quinta-feira (2), em Campina Grande, vítima de infarto.
Ele teria passado mal após a partida do alvinegro contra o Atlético-PB. Ele chegou a ser atendido em um hospital particular, mas não resistiu. Os times empataram em 0 a 0; veja como foi a rodada do Paraibano 2017.
Petrônio Gadelha tinha 66 anos. Ele assumiu a presidência do Treze em 2015, após renúncia de Bebeto Silva, e foi reeleito no ano passado para mandato que deveria durar até 2018. Petrônio já tinha sido presidente do clube, entre 2005 e 2008.
O corpo do presidente do Treze será velado no cemitério Campo Santo Parque da Paz, em Campina Grande.
No Instagram, o Treze lamentou a morte de Petrônio Gadelha e lembrou do presidente como um homem “apaixonado, simples e humilde” e que “tinha a essência do verdadeiro amor ao Galo”. Torcedores também deixaram mensagens de pesar.
“Estará sempre vivo! Toda família Treze Futebol Clube lamenta o falecimento de seu líder maior, o senhor presidente, Petrônio Gadelha! Trezeano, apaixonado, simples, humilde, e que tinha a essência do verdadeiro amor ao Galo! Descanse em paz, guerreiro. Por nós sempre lutou, por nós será eternizado! #PetrônioVive #PetrônioEterno”, postou o clube.
O vice-presidente, Hênio Galdino, assumirá o posto deixado por Petrônio Gadelha.

Romero decreta luto de três dias em CG pela morte do presidente do Treze
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, lamento a morte do economista e empresário Petrônio Gadelha, de 66 anos, presidente do Treze Futebol Clube, na madrugada desta quinta-feira (2), no Hospital Santa Clara, em Campina Grande. Ele decretou luto por três dias no município pelo falecimento do dirigente.
Petrônio faleceu após ter sido internado, por volta das 21h desta quarta, vítima de infarto. Natural de Sousa, no Sertão da Paraíba, o economista formado pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) deixa a viúva Joserilda Gadelha, três filhos (Maria Carla, Cláudia e Petroninho) e duas netas.

De acordo com o prefeito, embora fosse profundamente identificado com o Treze, Petrônio Gadelha foi um nome respeitado e querido por todos os desportistas de Campina Grande e da Paraíba. “Foi sempre um apaixonado pela família, por Campina e pelo Treze”, resumiu Romero Rodrigues.

Petrônio Gadelha terá o corpo velado no Campo Santo Parque da Paz, na Avenida Assis Chateaubriand, nº 5460, Velame. O sepultamento, no mesmo local, está programado para as 16h desta quinta-feira.

gadelhaO presidente do Treze, Petrônio Gadelha, morreu, na madrugada desta quinta-feira (2), em Campina Grande, vítima de infarto.
Ele teria passado mal após a partida do alvinegro contra o Atlético-PB. Ele chegou a ser atendido em um hospital particular, mas não resistiu. Os times empataram em 0 a 0; veja como foi a rodada do Paraibano 2017.
Petrônio Gadelha tinha 66 anos. Ele assumiu a presidência do Treze em 2015, após renúncia de Bebeto Silva, e foi reeleito no ano passado para mandato que deveria durar até 2018. Petrônio já tinha sido presidente do clube, entre 2005 e 2008.
O corpo do presidente do Treze será velado no cemitério Campo Santo Parque da Paz, em Campina Grande.
No Instagram, o Treze lamentou a morte de Petrônio Gadelha e lembrou do presidente como um homem “apaixonado, simples e humilde” e que “tinha a essência do verdadeiro amor ao Galo”. Torcedores também deixaram mensagens de pesar.
“Estará sempre vivo! Toda família Treze Futebol Clube lamenta o falecimento de seu líder maior, o senhor presidente, Petrônio Gadelha! Trezeano, apaixonado, simples, humilde, e que tinha a essência do verdadeiro amor ao Galo! Descanse em paz, guerreiro. Por nós sempre lutou, por nós será eternizado! #PetrônioVive #PetrônioEterno”, postou o clube.
O vice-presidente, Hênio Galdino, assumirá o posto deixado por Petrônio Gadelha.

Romero decreta luto de três dias em CG pela morte do presidente do Treze
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, lamento a morte do economista e empresário Petrônio Gadelha, de 66 anos, presidente do Treze Futebol Clube, na madrugada desta quinta-feira (2), no Hospital Santa Clara, em Campina Grande. Ele decretou luto por três dias no município pelo falecimento do dirigente.
Petrônio faleceu após ter sido internado, por volta das 21h desta quarta, vítima de infarto. Natural de Sousa, no Sertão da Paraíba, o economista formado pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) deixa a viúva Joserilda Gadelha, três filhos (Maria Carla, Cláudia e Petroninho) e duas netas.

De acordo com o prefeito, embora fosse profundamente identificado com o Treze, Petrônio Gadelha foi um nome respeitado e querido por todos os desportistas de Campina Grande e da Paraíba. “Foi sempre um apaixonado pela família, por Campina e pelo Treze”, resumiu Romero Rodrigues.

Petrônio Gadelha terá o corpo velado no Campo Santo Parque da Paz, na Avenida Assis Chateaubriand, nº 5460, Velame. O sepultamento, no mesmo local, está programado para as 16h desta quinta-feira.