Cachorro é adotado por monges e vira “frei”

cachorroFreiUm cão de rua que foi adotado por monges de um convento em Cochabamba, na Bolívia, adotaram um cão e o batizaram frei. Apelidado carinhosamente de Frey Bigotón, o cão abandonado da raça schnauzer, foi resgatado pelo padre Kasper Kapron que compartilhou a história nas redes sociais com o intuito de promover a adoção de animais sem lar.
À imprensa local, um monge do Convento de São Francisco contou que o animal ganhou uma roupa tradicional dos monges, mas é um cão normal.
“Se existem homens que excluem a qualquer das criaturas de Deus do abrigo da compaixão e da misericórdia, haverá homens que tratam seus irmãos da mesma maneira”, contou um frei.
No Facebook, a história do cãozinho já foi compartilhada por mais de 2.500 pessoas.

cachorroFrei2

cachorroFreiUm cão de rua que foi adotado por monges de um convento em Cochabamba, na Bolívia, adotaram um cão e o batizaram frei. Apelidado carinhosamente de Frey Bigotón, o cão abandonado da raça schnauzer, foi resgatado pelo padre Kasper Kapron que compartilhou a história nas redes sociais com o intuito de promover a adoção de animais sem lar.
À imprensa local, um monge do Convento de São Francisco contou que o animal ganhou uma roupa tradicional dos monges, mas é um cão normal.
“Se existem homens que excluem a qualquer das criaturas de Deus do abrigo da compaixão e da misericórdia, haverá homens que tratam seus irmãos da mesma maneira”, contou um frei.
No Facebook, a história do cãozinho já foi compartilhada por mais de 2.500 pessoas.

cachorroFrei2